Datafolha: Lula diminui vantagem de Bolsonaro entre os evangélicos

A distância entre os candidatos Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) entre os eleitores evangélicos tem diminuído, como mostrou a nova pesquisa Datafolha, divulgada nesta quinta-feira (15).

A diferença de 23 pontos foi para 17 em relação ao levantamento anterior: são 32% das intenções de voto para Lula e 49% para o atual presidente. A margem de erro nesse segmento é de 4 pontos para mais ou para menos.

No primeiro turno, a pesquisa eleitoral do Datafolha apontou que Lula segue na liderança com 45% das intenções de voto. Já Bolsonaro teve uma oscilação negativa dentro da margem de erro, e caiu para 31%. Ciro Gomes (PDT) tem 8%, e Simone Tebet (MBD) surge com 5%.

Com o afunilamento ao longo da campanha de primeiro turno da disputa entre os dois líderes, cresce a importância do destino do voto dos terceiros colocados na disputa, Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB).

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Segundo o Datafolha, 51% dos eleitores do pedetista dizem votar em Lula num segundo turno contra Bolsonaro, e 24% afirmam apoiar o atual presidente. Não votam em nenhum dos dois 24%.

Já entre apoiadores da senadora pelo Mato Grosso do Sul, 40% afirmam que vão com o petista e 24%, com o presidente numa segunda rodada. Dizem não votar em ninguém 33%.