Datafolha mostra Lula com 49% e Bolsonaro com 44% a três dias do segundo turno

Presidente Jair Bolsonaro e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

SÃO PAULO (Reuters) -O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) manteve 49% das intenções de voto no segundo turno da disputa pelo Palácio do Planalto, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) oscilou 1 ponto para baixo e passou para 44%, mostrou pesquisa Datafolha nesta quinta-feira, a três dias da votação.

Votos brancos e nulos somaram 5%, em comparação a 4% na sondagem divulgada na quarta-feira da semana passada, e os que responderam que não sabem ou que não quiseram responder foram a 2%, ante 1%. A pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais.

Considerados os votos válidos, que excluem os brancos, nulos e indecisos, Lula tem 53% contra 47% de Bolsonaro. Na pesquisa anterior, o placa estava em 52% a 48%. No primeiro turno, o petista terminou à frente com 48,43% dos votos válidos, contra 43,20% do atual presidente.

A sondagem do Datafolha, realizada entre terça-feira e esta quinta, foi conduzida após o episódio da prisão do ex-deputado Roberto Jefferson, aliado de Bolsonaro. Na chegada da PF, o ex-parlamentar lançou granadas de efeito moral e atirou contra os agentes com um fuzil, deixando dois policiais federais feridos.

No tópico rejeição, 50% disseram que não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum, mesmo patamar anterior, enquanto 45% disseram o mesmo sobre Lula, ante 46%.

REGIÕES

Maior colégio eleitoral do país, a Região Sudeste mostrou um retorno ao quadro de duas semanas atrás, aposentando variações para cima de Lula e para baixo de Bolsonaro em relação à pesquisa divulgada na semana passada.

Bolsonaro passou a 48% ante 50% na semana passada, enquanto Lula foi a 44% ante 43%. No dia 14, o placar era exatamente o mesmo de agora: 48% a 44% para o candidato à reeleição.

No Nordeste, a vantagem de Lula oscilou levemente para cima: 67% a 28% -- era 67% a 29% antes.

No Centro-Oeste, o petista teve uma oscilação positiva, mas Bolsonaro mantém uma vantagem folgada: 53% a 40% -- em comparação com 53% a 39% antes.

Já na Região Sul a vantagem de Bolsonaro se alargou: 58% a 36% -- o placar estava em 55% a 38%.

No Norte, a liderança numérica se inverteu, ainda que a diferença entre os dois esteja dentro da margem de erro. Bolsonaro variou 3 pontos para baixo e Lula oscilou 2 pontos para cima. Com isso, agora Lula tem 48% e Bolsonaro soma 47%.

O Datafolha sondou ainda a avaliação do governo Bolsonaro. A parcela dos que avaliam a gestão como ótima ou boa ficou em 38%, repetindo o patamar anterior, enquanto 39% avaliam como ruim ou péssima, também mesmo patamar prévio. Os que consideram o governo regular foram a 23%, ante 22%.

O Datafolha ouviu 4.580 pessoas em 252 municípios.

(Por Alexandre Caverni, em São PauloEdição de Pedro Fonseca)