Datena é multado em R$ 5 mil por campanha antecipada em ação do MP Eleitoral

O apresentador José Luiz Datena foi multado em R$ 5 mil por campanha antecipada em ação do Ministério Público Eleitoral de São Paulo (MPE-SP). O processo foi julgado procedente pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) nesta quinta-feira.

Leia: Kassab formaliza apoio a Tarcísio em SP e desconversa sobre ataques de Bolsonaro a eleições

A ação se refere a um vídeo publicado por Datena em 4 de junho, quando ainda era pré-candidato ao Senado pelo PSC. Nele, o apresentador reafirma que concorrerá ao cargo na chapa de Tarcísio de Freitas, pré-candidato do Republicanos ao governo de São Paulo, e diz que ambos serão eleitos juntos com "votação fantástica":

"É exatamente pela sua confiança, povo de São Paulo, que eu reafirmo a minha pré-candidatura ao Senado, ao lado do Tarcisio, que será eleito governador, nós seremos eleitos juntos com uma votação que você vai nos dar, vai ser fantástica, e este é um recado principalmente a pretensos aliados do presidente, que parecem estar fazendo campanha exatamente para o adversário ou os adversários. Muito obrigado, bom dia, com Deus e saúde”, diz Datena no vídeo, que já havia sido retirado por decisão liminar do TRE-SP.

Segundo a decisão, mesmo tendo desistido de disputar o Senado, a pré-candidatura do apresentador ainda era uma realidade quando as mensagens foram veiculadas. Caberia, portanto, a aplicação da multa por propaganda antecipada.

A ação pede que Datena seja "condenado ao pagamento de multa acima do mínimo legal, pois notória a expressividade de seu patrimônio".

Procurado, Datena ainda não se pronunciou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos