Davi Lucas fala da vida longe da fama e de equilíbrio financeiro em nova carreira

·3 minuto de leitura

Resumo da notícia:

  • Davi Lucas, ator mirim de sucesso, se aposentou da carreira na TV

  • Ele se formou em Psicologia e agora atua como mentor de microempreendedores

  • Davi reflete sobre como seu estilo de vida mudou desde que mudou o rumo da carreira

Davi Lucas estava curtindo o pôr do sol enquanto patinava com amigos em Itaipuaçu, na região metropolitana do Rio, quando atendeu o EXTRA por telefone. É que esse hobby é sagrado desde que se aposentou da carreira na TV. E tem a ver com a valorização do tempo livre que lhe faltava quando estrelava novelas, como “Ti ti ti”, no ar no “Vale a pena ver de novo”.

"Patinar é uma delícia. E parece uma loucura, mas me sinto eu de verdade aqui agora. É uma realização que a escolha da não exposição me trouxe. Tem atores mirins que falam que encaravam como uma brincadeira. Mas eu sempre enxerguei o trabalho como uma grande responsabilidade. Eu vim de uma família sem dinheiro e, quando você passa a ter uma remuneração, acaba virando um dos pilares dessa estrutura", reflete.

Leia também:

O último papel de Davi, de 26 anos, foi em “Êta mundo bom” (2016). De lá para cá, formou-se em Psicologia e hoje atua como mentor de microempreendedores, ajudando-os a tirar ideias do papel, lidar com a burocracia e até a controlar o fluxo de caixa. Também dá aulas gratuitas nas redes sociais.

"Quando estava prestes a me formar na faculdade, não tive aulas sobre empreendedorismo, como abrir um consultório, o que era emitir nota... Fui estudar e passei a dar aulas para os meus próprios colegas. Foi então que comecei a ajudar outros pequenos empreendedores. Fico muito feliz de acompanhar as histórias de cada um."

Ele já tem até um case de sucesso, com uma vendedora de espetinhos. "Ela vende na rua e as pessoas pensam 'coitadinha'. Mas cinco dias depois que fez o curso, ela estava lá faturando R$ 7 mil. Na nossa comunidade, nos apoiamos."

Andando na linha com o dinheiro dos outros, Davi precisou também repensar os próprios gastos quando abriu mão da fama. "Ao escolher não atuar mais, tive que me administrar melhor. Este é o segredo. Além disso, não tenho uma única fonte de renda. Meus recebimentos não são apenas do trabalho, tenho investimentos, rendimentos, que vieram com a minha instrução financeira."

Mudança não foi fácil

A simplicidade na conversa e no novo estilo de vida também refletiram no nome. Tirou o “d” mudo do fim de Davi, para facilitar a pronúncia. 

"Fama nunca me seduziu. Quero ser reconhecido quando faço um grande trabalho, ou se fizer agora uma manobra ótima no patins", diverte-se.

E apesar de ser bem equilibrado nas emoções hoje, largar a profissão que o consagrou não foi fácil. "Não tive apoio, ouvi que estava maluco. E já vivia um período de sentimentos confusos pela própria tomada de decisão. A única pessoa a me apoiar foi a minha namorada, que tinha acabado de conhecê-la. Não sei o que seria da minha vida sem ela", declara Davi, falando com a amada ao mesmo tempo, com quem mora junto, sem revelar o nome à reportagem, por privacidade.

E mesmo satisfeito com os novos ares, não quer dizer que um dia não possa voltar às telinhas. "Recebi muitos convites nesse período. Por isso, sempre explico que foi uma escolha. Poderia voltar a atuar, por hobby, em algum projeto bacana, mas não quero mais como ofício."

 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos