David Beckham ficou horas na fila para se despedir de Elizabeth II

O ex-capitão da seleção inglesa de futebol David Beckham se juntou nesta sexta-feira (16) às milhares de pessoas que faziam fila em Londres para dar o último adeus à rainha Elizabeth II em sua capela ardente.

"É muito emocionante, e o silêncio e a atmosfera na sala são muito difíceis de explicar, mas estamos todos aqui para agradecer a Sua Majestade por ser tão gentil, amorosa e reconfortante ao longo dos anos", disse Beckham a um grupo de jornalistas, incluindo a AFP.

"Ela foi nossa rainha e o legado que ela deixa é incrível", acrescentou ele ao deixar o Westminster Hall, onde o caixão está desde a tarde de quarta-feira.

O ex-jogador do Manchester United e do Real Madrid declarou ao canal Sky News que pegou a fila para entrar em Westminster Hall, onde está o caixão, em homenagem a uma rainha "especial", que morreu em 8 de setembro aos 96 anos.

A morte de Elizabeth II provocou uma mobilização popular em massa no Reino Unido.

Milhares de pessoas passaram por sua capela ardente desde quarta-feira à noite e outras tantas continuam fazendo uma fila quilométrica com a esperança de poder ver seu caixão antes do funeral de Estado e enterro previstos para segunda-feira.

Beckham, 47 anos, foi visto vestindo um boné escuro, terno e gravata enquanto esperava na fila para prestar seus respeitos.

"Este dia sempre seria um dia difícil", disse ele à Sky News. "Nossos pensamentos estão com a família, é muito especial ouvir todas as histórias das pessoas aqui", acrescentou.

"O momento mais especial para mim foi receber minha OBE", a Ordem do Império Britânico, uma honra que recebeu da rainha em 2003, disse ele. "Levei meus avós comigo, que eram grandes monarquistas", lembrou.

O ex-jogador de futebol considerou ter "tido muita sorte de poder ter alguns momentos como este" com a monarca mais antiga da história do Reino Unido. "É um dia triste, mas um dia para ser lembrado".

Beckham explicou que apareceu na fila logo pela manhã, esperando evitar o horário mais movimentado, mas que seu plano foi frustrado. "Achei que chegar às duas da manhã seria um pouco mais calmo, mas estava errado", disse ele à ITV News.

jw-acc/psr/aa