Trump afirma que fez "tremendos progressos" com Xi

Miami, 7 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira que ele e seu colega chinês, Xi Jinping, fizeram "tremendos progressos" na relação bilateral durante a reunião entre ambos em Palm Beach (Flórida).

Os dois presidentes e suas comitivas estão reunidos em Mar-a-Lago, clube privado de Trump, com um panorama internacional em ebulição como pano de fundo.

Em pronunciamento à imprensa, Trump afirmou que espera ter uma relação "de destaque" com Xi.

O presidente americano, que não admitiu perguntas da imprensa, agradeceu a seu colega chinês que esteja participando nesta reunião e se mostrou "honrado" por poder tê-lo como convidado.

Xi falou também, mas o fez em chinês e sem que os jornalistas tivessem acesso à tradução.

Após suas palavras, Trump disse que estava "cem por cento de acordo" com seu colega.

O presidente americano estava acompanhado de uma dúzia de assessores e funcionários, incluindo seu genro, Jared Kushner, e o secretário de Estado, Rex Tillerson.

A agenda para hoje inclui reuniões dos presidentes e suas comitivas e um lanche de trabalho, após o qual Xi partirá do aeroporto de West Palm Beach, segundo a informação transmitida por funcionários americanos aos jornalistas que acompanham Trump.

A primeira reunião Estados Unidos-China da era Trump é centrada em assuntos como o comércio bilateral e os testes balísticos da Coreia do Norte, bem como de outros do panorama internacional. EFE