David Miranda pede a Eduardo Bolsonaro para pautar requerimento em comissão

Deputado do Psol abordou Zero-Três para pedir que a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, fosse pautada na comissão presidida por Eduardo. Cena trivial chamou atenção pela oposição ferrenha e embates públicos entre Psol e família Bolsonaro

Durante a sessão deliberativa da noite desta terça-feira (10), os deputados Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e David Miranda (Psol-RJ) conversaram por cerca de 10 minutos no plenário da Câmara.

A cena aparentemente trivial dos deputados conversando chamou atenção pelas posições opostas que ocupam. Além de fazer parte do partido de oposição ao governo de Jair Bolsonaro (PSL), pai de Eduardo, Miranda é esposo do jornalista Glenn Greenwald, do site que começou a série de reportagens da Vaza Jato, o The Intercept Brasil.

O deputado fluminense também chegou à Câmara após a renúncia de Jean Wyllys, deputado que renunciou ao mandato para o qual foi reeleito no início do ano e que protagonizou diversos embates públicos com a família Bolsonaro.

Leia também

A conversa que durou entre 5 e 10 minutos tinha por objetivo, segundo a assessoria de plenário da liderança do Psol, pedir a Eduardo que incluísse um requerimento de convocação do ministro Paulo Guedes na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (Credn).

O Zero-Três é presidente do colegiado e responsável pela pauta a ser debatida. A inclusão de requerimentos feitos até as 17h na pauta do dia seguinte das comissões é praxe na Casa, apesar de o poder de montar a pauta ser do presidente do colegiado. A impressão de pessoas ligadas ao partido foi de que Eduardo optou por ignorar o pedido do Psol.