Dayane Mello ainda não foi chamada para depor sobre a suspeita de estupro de vulnerável por Nego do Borel, diz defesa de modelo

·3 minuto de leitura

A defesa da modelo Dayane Mello estuda os próximos passos para o caso suspeita de estupro de vulnerável contra ela por Nego do Borel durante o programa "A Fazenda", da RecordTV, em que ambos participavam. O cantor teve que deixar o reality show ontem após ser expulso. Ela ainda não foi chamada para depor. Já o artista voltou na noite de ontem para casa, no Rio de Janeiro, ainda será intimado a prestar depoimento.

Na última sexta-feira, após uma festa, o cantor deitou em uma cama ao lado de Dayane, que estava bêbada. Em diversos momentos, ela pede que Nego do Borel pare a ação. Na manhã do dia seguinte, ela disse para a colega Erika não se lembrar dos acontecimentos da noite anterior. As cenas foram gravadas pelo reality e foram parar também nas redes sociais, gerando uma onda de manifestações.

Leia também:

Os advogados de Dayane registraram a denúncia na Delegacia de Itapecerica da Serra (SP), onde o programa acontece, e apresentaram imagens gravadas anexadas à ocorrência. Em nota, Polícia Civil de São Paulo diz que "a unidade analisa as imagens dos fatos e realizará a oitiva do suspeito".

A defesa afirma que, no momento, busca traçar as próximas decisões "pensando no bem estar integral" da modelo. Uma das preocupações é de que ela possa também acabar expulsa do programa caso seja feito algum contato de forma que a emissora entenda ser contra as regras.

A defesa diz:

"(...) Em conjunto com a família, estamos alinhando a estratégia e definindo os próximos passos pensando no bem estar integral da Dayane.

Há uma série de fatores que estão sendo analisados e debatidos. 

A Record está impedindo que tenhamos contato com a Dayane, sob ameaças de eliminá-la do programa.

Nesse momento precisamos de apoio da opinião pública, afinal, Dayane tem o direito de contar com apoio especializado para a real compreensão do ocorrido sem que, com isso, corra riscos de ser expulsa do programa, já que ela afirmou sua vontade de permanecer e continuar concorrendo ao prêmio, que poderá ajudar a ela e sua família.

Comunicaremos à imprensa sobre os próximos passos ao estarem definidos."

Postagens após expulsão

Na noite deste sábado, os perfis oficiais de Dayane Mello e Nego do Borel se pronunciaram sobre a expulsão do cantor do programa "A Fazenda", da RecordTV, ontem. No texto postado na conta de Dayane, a mensagem pede cobrança por "justiça" também fora da casa e diz que mulheres devem denunciar ao passar por casos de abuso. Já a postagem no perfil do cantor, que informa a "saída" de Nego do Borel, diz que há julgamentos e interpretações, mas que será provada a inocência do artista. 

Um trecho da mensagem publicada no perfil da modelo diz:

"Agora precisamos cobrar que a justiça seja feita aqui fora, não só pela Day, mas por todas as outras mulheres que já passaram por algum tipo de abuso.

Aproveitamos o alcance desse assunto, para informar que, a cada 8 minutos uma mulher é abusada no Brasil.

O caso gerou repercussão e movimentação fora do reality. Nos comentários da publicação de Dayane, os seguidores deixaram mensagens de carinho, em que desejam "força" e "justiça". 

Já no perfil de Nego do Borel no Instagram a postagem foi acompanhada por quatro trechos de vídeos em que os participantes do reality show comentavam sobre o caso. Alguns contavam o que tinham presenciado e outros afirmavam não saberem o que teria acontecido na ocasião. Um trecho do comunicado diz:

"Lamentamos que assim como aqui fora o cantor tenha sido julgado desta forma dentro do reality, no qual em alguns poucos momentos conseguiu se divertir sem todos esse olhares e apontamentos que o cercam. E se comprime em junto com a sua equipe jurídica, provar mais uma vez toda a sua inocência." 

A equipe do cantor deve fazer um novo pronunciamento ainda neste domingo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos