De saída da Itália, Diego Godín pode parar no Atlético Mineiro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Atlético-MG
    Atlético-MG
MILAN, ITALY - DECEMBER 12:  Diego Godin of Cagliari instructs his team mates during the Serie A match between FC Internazionale and Cagliari Calcio at Stadio Giuseppe Meazza on December 12, 2021 in Milan, Italy. (Photo by Marco Luzzani/Getty Images)
Zagueiro capitão do Uruguai deve ser substituto de Junior Alonso na defesa atleticana. Foto: (Marco Luzzani/Getty Images)

O zagueiro uruguaio Diego Godín, capitão de sua seleção e ex-Atlético de Madrid pode pintar em Belo Horizonte. Isso porque o Atlético Mineiro recebeu proposta para vender o zagueiro paraguaio Junior Alonso e tem no experiente defensor que encaminha sua saída do Cagliari, da Itália, a confiança de ser o substituto ideal.

Com 35 anos e três disputas de Copas do Mundo (2010, 2014 e 2018) no currículo, o uruguaio se envolveu em uma polêmica no final de dezembro. Depois de uma goleada por 4 a 0 sofrida para a Udinese, um dirigente do Cagliari disparou contra os jogadores, incluindo ele. Na chegada ao Aeroporto de Carrasco, que fica na região metropolitana de Montevidéu, o zagueiro se limitou a dizer que: "Adoraria dar detalhes e contar tudo, mas não posso até que a saída do clube seja definida porque obviamente vou sair. Se eu falar terei problemas. Eu teria que dizer a verdade e tudo o que há, mas não houve nem falta de respeito, nem falta de profissionalismo. São assuntos contratuais e do momento do Cagliari, que não é de agora, mas não passa disso".

Leia também:

Antes do Cagliari, onde chegou para a disputa da temporada 2020/2021, Godín passou por Inter de Milão, Atlético de Madrid e Villareal, sua primeira equipe na Europa em 2007.

Godín chegaria ao Galo para ocupara vaga de Junior Alonso, que é desejo do Krasnodar, da Rússia. O clube europeu ofereceu oito milhões de dólares (aproximadamente R$ 44 milhões na cotação atual) ao Atlético Mineiro pelo zagueiro paraguaio, que custou R$ 18 milhões quando foi contratado em julho do ano passado.

Além de Junior Alonso, Nathan Silva, seu companheiro de zaga, também interessa a equipes de fora do Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos