De virada, Flamengo bate Al-Hilal e vai à final do Mundial

De Arrascaeta comemora o primeiro gol do Flamrngo na partida (David Ramos - FIFA/FIFA via Getty Images)

Não foi fácil, mas o Flamengo venceu o Al-Hilal, da Arábia Saudita, por 3 a 1 nesta terça (17) e garantiu sua vaga na final do Mundial de Clubes. Agora, o Rubro-Negro espera o vencedor entre Liverpool (ING) e Monterrey (MEX) para a disputa da decisão no próximo sábado (21), às 14h30.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Em um jogo que começou aberto, a primeira chance foi do Flamengo. Al-Malouf saiu mal do gol e Gerson quase conseguiu encobrir o goleiro. Logo em seguida, os árabes tiveram uma ótima oportunidade. Al-Dawsari saiu na cara que Diego Alves, que fez um bela defesa. A bola sobrou para Gomis, mas o francês não conseguiu direcionar para o gol

Aos 19 minutos, o Al-Hilal abriu o placar. Al-Buryak cruzou rasteiro para a área e Al-Dawsari apareceu sozinho para bater. A bola desviou em Mari e passou por Diego Alves.

Após o gol, o Flamengo pareceu sentir e os sauditas tiveram boas chances de chegar no contra-ataque, mas sem finalizações perigosas. Até o fim do primeiro tempo, o Fla só teve duas oportunidades em cabeçadas que não deram muito trabalho ao goleiro Al-Malouf.

No início do segundo tempo, o Flamengo fez sua primeira jogada trabalhada da partida e chegou ao empate. Gabriel lançou Bruno Henrique, que entrou na área e tocou para De Arrascaeta sozinho no meio. O uruguaio só teve o trabalho de empurrar para o gol.

Depois de muito tempo de equilíbrio, sem chances claras para nenhum dos lados, o rubro-negro chegou ao gol da virada após a entrada de Diego, como na final da Libertadores. Aos 32 do segundo tempo, o camisa 10 abriu para Rafinha, que cruzou e encontrou Bruno Henrique sozinho para desviar de cabeça para o gol.

A virada pareceu acalmar ainda mais o Flamengo, que chegou ao terceiro gol quatro minutos depois. Em mais uma bola de Diego, Bruno Henrique recebeu na esquerda e cruzou por baixo. A bola desviou em Ali Al-Boleahi e entrou.

Nos últimos minutos, o Al-Hilal ainda teve boas oportunidades em uma falta defendida por Diego Alves e em um chute cruzado que passou na boca do gol rubro-negro, mas o time de Jesus conseguiu controlar e fechar a partida.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 3x1 AL-HILAL

Data e Horário: 17 de dezembro, 14h30 (horário de Brasília)
Estádio: Khalifa International Stadium - Doha (Catar)
Árbitro: Ismail Elfath (EUA)
VAR: Alan Kelly (Irlanda) 
Cartões amarelos: Pablo Marí, Bruno Henrique, Diego (FLA), Al-Bulalhi, Giovinco (ALH)
Cartão vermelho: André Carillo (ALH)

Gols: Salem Al Dawsari (19’ 1T, 0x1), Giorgian De Arrascaeta (4’ 2T, 1x1), Bruno Henrique (32’ 2T, 2x1), Ali Bulalhi, contra (36’ 2T, 3x1)

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí, Filipe Luís; Willian Arão, Gerson (Diego, 29’ 2T); Everton Ribeiro, Giorgian De Arrascaeta (Piris da Motta, 46’ 2T), Bruno Henrique (Vitinho, 44’ 2T); Gabriel Barbosa. Técnico: Jorge Jesus.

AL-HILAL: Abdullah Al-Malouf, Mohammed Al-Berik, Jang Hyun-soo, Ali Al-Bulalhi, Yasser Al-Shahrani; Carlos Eduardo, Gustavo Cuellar; Andre Carillo, Sebastian Giovinco (Omar Kharbin, 26’ 2T), Salem Al-Dawsari (Nawaf Al-Abed, 37’ 2T); Bafétimbi Gomis (Abdullah Ateef, 45’ 2T). Técnico: Razvan Lucescu.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter