Debate da Globo: Bolsonaro é orientado a lembrar morte de Celso Daniel

Jair Bolsonaro durante debate no SBT (Foto: Allison Sales/FotoRua/NurPhoto via Getty Images)
Jair Bolsonaro durante debate no SBT (Foto: Allison Sales/FotoRua/NurPhoto via Getty Images)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) poderá desenterrar o caso do ex-prefeito de Santo André (SP) Celso Daniel, do PT, assassinado em 2002, no debate presidencial da TV Globo, que será transmitido nesta quinta-feira (29), a partir das 22h30.

Segundo informações do colunista Igor Gadelha, do portal Metrópoles, o candidato à reeleição tentará desgastar a imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao lembrar sobre as contradições envolvendo a morte do correligionário.

Bolsonaro teria sido orientado a questionar Simone Tebet (MDB) sobre o caso. A vice dela, a senadora tucana Mara Gabrilli (PSDB-SP) participa de um documentário da Globoplay sobre o caso e costuma acusar petistas pela morte do ex-prefeito.

O chefe do Executivo perguntará a emedebista se ela concorda com Gabrilli e se acredita que o partido de Lula seria o responsável por encomendar a morte do político paulista.

Celso Daniel foi eleito prefeito de Santo André em 1998. Depois, passou para a Câmara Federal por São Paulo, mas voltou à prefeitura em 1997. No ano em que foi morto, ele geria o município natal.

Figura carismática e respeitada pelos petistas, ele teria sido morto porque descobriu uma cobrança de propinas destinada a abastecer o “caixa dois” da agremiação, alegaram promotores na época. Contudo, a polícia definiu a morte dele como crime comum.

Ele foi encontrado morto com marcas de tortura e tiros em uma estrada em Juquitiba (SP) no dia 20 de janeiro de 2002, dois dias depois de ter sido sequestrado após sair de um restaurante no bairro dos Jardins, na capital paulista.

Na época, Celso Daniel era coordenador do programa de Lula que venceria a corrida presidencial naquele ano. O petista foi substituído por Antonio Palocci.

Os irmãos do ex-prefeito contestaram a versão policial e afirmaram que o crime estaria vinculado a um esquema de corrupção envolvendo empresários do setor de transportes e integrantes da Prefeitura de Santo André.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)