Debate: Soraya 'brinca' de 'o que é o que é' para acusar Bolsonaro

Soraya Thronicke (União Brasil) durante debate do SBT/CNN
Soraya Thronicke (União Brasil) durante debate do SBT/CNN

Em momento inusitado no debate presidencial no SBT, a candidata Soraya Thronicke (União Brasil) usou de uma analogia com a brincadeira infantil "o que é o que é" para fazer uma série de ataques ao candidato e presidente Jair Bolsonaro (PL). Ela usou sua pergunta para Felipe d'Avila (Novo) para fazer a comparação.

"Candidato, você já brincou de o que é, o que é? Eu vou te perguntar. O que é, o que é? Não reajusta merenda escolar, mas gasta milhões com leite condensado? Tira remédio da farmácia popular, mas mantém a compra de Viagra. Não compra vacina pra Covid, mas distribui prótese peniana para os seus amigos. O que é, o que é?", questionou Soraya.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

O candidato do Novo ignorou a brincadeira, se apresentou e apenas concordou que os episódios citados eram problemáticos. "Senadora, é uma vergonha quando nós olhamos o orçamento dessa nação. Não são as prioridades do cidadão que estão contempladas. São as prioridades das corporações, de quem tem lobby no Congresso", afirmou ele.

Veja as regras do debate:

  • Primeiro bloco: Candidato pergunta para candidato, seguindo a ordem do sorteio. Cada um perguntará e será chamado a responder apenas uma vez. Quem fizer a pergunta terá direito a réplica, e o que responder poderá fazer a tréplica. A ordem é Simone Tebet, Jair Bolsonaro, Lula, Ciro, Soraya Thronicke , Padre Kelmon e Felipe D'Avila;

  • Segundo bloco: Seis jornalistas, representando cada um dos veículos do pool, escolherão 2 candidatos: um para responder e outro para comentar a resposta. Aquele que responder à pergunta do jornalista terá direito a réplica após o comentário. Nesta rodada, cada um será chamado uma vez;

  • Terceiro bloco: Candidato pergunta para candidato, seguindo a ordem do primeiro bloco - cada um perguntará e será chamado a responder apenas uma vez. Quem fizer a pergunta terá direito a réplica, e o que responder poderá fazer a tréplica. A ordem será D'Avila, Padre Kelmon, Soraya, Ciro, Lula, Bolsonaro e Tebet.

  • Quarto bloco: Segunda rodada de perguntas dos jornalistas voltam a fazer perguntas aos candidatos, seguindo as mesmas regras do segundo bloco. O debate é finalizado com as considerações finais, seguindo a ordem do sorteio. A ordem será Tebet, Bolsonaro, Lula, Ciro, Soraya, Padre Kelmon e D'Avila.

Se os candidatos se sentirem ofendidos, poderão pedir um direito de resposta caso sejam ofendidos moral e pessoalmente. O pedido, que será avaliado por um corpo jurídico, deve ser dirigido ao mediador no momento da ocorrência ou ao final da fala do candidato que a proferiu.