Decisão de retirar medicamento leva a motim na prisão de Cremona

Um motim na prisão de Cremona, no norte de Itália, obrigou a uma evacuação parcial da cadeia. Um grupo de presos pegou fogo à roupa e aos colchões, o que fez com que cerca de 80 reclusos tenham sido retirados para o pátio. Na origem do motim está uma decisão da administração penitenciária de deixar de fornecer um medicamento, dado aos toxicodependentes e como tratamento de doenças psiquiátricas, que estava a ser usado como moeda de troca entre os reclusos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos