Decisão de STF sobre Francischini é recado para Bolsonaro, diz Flávio

Deputado Fernando Francischini - Foto: Reprodução/Youtube
Deputado Fernando Francischini - Foto: Reprodução/Youtube
  • Declaração do filho do presidente foi feita nesta terça

  • Para Flávio, a decisão foi 'arroubo individual'

  • Francischini havia recebido mandato de volta por determinação do ministro Kassio Nunes Marques

Para o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de manter a cassação do deputado estadual do Paraná Fernando Francischini (União Brasil) foi um “recado” para seu pai, o presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Eu perdi já a esperança. Eu tinha a esperança que internamente o Supremo conseguisse se resolver e evitar esse arroubos individuais de alguns em momentos diferentes, que são aberrações jurídicas. Olha, o que fizeram com o deputado Francischini: uma aberração jurídica sem tamanho, uma perseguição que ele sofreu organizada por algumas dessas pessoas para mandar recado para Bolsonaro”, disse em entrevista à CNN nesta terça-feira (8).

“Como se fosse o seguinte: olha, se alguém falar que o processo eleitoral tem algum problema é isso que vai acontecer você vai ser cassado, preso. Isso acontece na Coreia do Norte, em Cuba, não era para acontecer no Brasil”, disse.

A decisão do ministro Kássio Nunes Marques de devolver o mandato ao deputado Fernando Francischini (União - PR) foi derrubada por três votos a dois pela segunda turma do STF. Nunes, indicado ao colegiado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), suspendeu a decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de cassar o mandato do deputado bolsonarista, acusado de disseminação de fake news sobre o sistema eleitoral, nesta quinta-feira (2).

Votaram para manter a decisão os ministros Nunes Marques e André Mendonça, enquanto foram contra Edson Fachin, presidente do TSE, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.

Aliado de Jair Bolsonaro (PL), Francischini foi cassado em outubro passado devido à publicação de vídeo, no dia das eleições de 2018, em que afirmou que as urnas eletrônicas haviam sido fraudadas para impedir a votação no então candidato a presidente da República.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos