Declaração dos Brics apoia negociações entre Rússia e Ucrânia, diz Kremlin

Presidente russo, Vladimir Putin, durante cúpula virtual dos Brics

MOSCOU (Reuters) - O grupo Brics de países emergentes afirmou nesta quinta-feira, após uma cúpula por videoconferência, que apoia as negociações entre a Rússia e a Ucrânia, de acordo com o texto de uma declaração publicada no site do Kremlin.

O Brics é formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

A Rússia procurou os demais membros do Brics para substituir alguns dos vínculos comerciais que foram rompidos pelas amplas sanções ocidentais impostas ao país em resposta à sua decisão de enviar um enorme contingente de tropas para a Ucrânia.

(Reportagem da Reuters)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos