Decreto em Bogotá proíbe atividades esportivas e pode causar alterações em Santa Fe x Fluminense

Marcello Neves
·2 minuto de leitura

O Fluminense enfrenta o Santa Fe na próxima quarta-feira, às 21h (de Brasília), em Bogotá, mas pode ter que fazer alterações em sua escala. Tudo por causa do "decreto 157", publicado pela alcadía de Bogotá, Claudia López Hernández, nesta segunda-feira, que adota medidas para combater o avanço da Covid-19 na cidade. Isso pode fazer com que a partida pela Libertadores mude de horário — e também de local.

De acordo com o parágrafo 4, do artigo 2, "durante o processo de restrição previsto no presente decreto, não se poderão realizar atividades esportivas, tais como o futebol profissional". Apesar de as linhas gerais sobre as restrições passarem a serem válidas já nesta segunda-feira (26), a probição para eventos esportivos entrará em vigor no próximo fim de semana, no dia 30. Ou seja, em tese, não intefere em Santa Fe x Fluminense.

O problema está no toque de recolher a ser adotado em Bogotá, que só permite circulação até às 20h (de Bogotá) e obrigaria a remarcação do horário do jogo. Como inicialmente está previsto para para 19h (de Bogotá, 21h no Brasil), o apito final seria após o permitido pela alcadía. Uma permissão especial para este evento não está descartado.

— Deve haver mudança no horário da partida entre Santa Fe e Fluminense. Se jogaria neste mesmo dia, mas mais cedo. Nas próximas horas, iremos confirmar se terá solicitação para mudança de horário ou se haverá uma permissão especial para este dia — conta Yerson David Caucha, jornalista do Noticias Uno.

Mudança de local?

Apesar de o decreto proibir atividades esportivas à partir do dia 30, a imprensa colombiana não descarta que o Santa Fe tenha que buscar um novo local para realizar a partida. Como ainda há poucas informações sobre como o decreto afetará o futebol, existe o temor de que o jogo desta quarta-feira não seja disputado em Bogotá. O clube colombiano não se manifestou a respeito.

— Em breve teremos mais claridades sobre essa decisão e o que ela mudará. Mas há chance de buscar outro estádio, com o risco de não ter futebol em Bogotá já a partir deste 26 de abril — afirma César Martinez, jornalista colombiano.

— As restrições podem começar desde 26 de abril, o que quer dizer que o Santa Fe terá que buscar outro estádio para mandar as suas próximas partidas — confirma Elias Merino, da Informa Deportes.