Defesa da viúva Gugu Liberato rebate filho do apresentador: 'Não são as irmãs e mãe as manipuladas nessa história'

·3 minuto de leitura

A defesa de Rose Miriam, mãe dos três filhos de Gugu Liberato, e que também representa às gêmeas do apresentador, rebateu as acusações do primogênito dele, João Augusto Liberato, após o mesmo afirmar que as irmãs, Sofia e Marina, de 17 anos, estão sendo manipuladas no inventário do pai ao ficarem a favor da mãe no processo.

Procurado pelo EXTRA, o advogado Nelson Wilians, que defende Rose e as gêmeas no processo e pede na Justiça o reconhecimento de união estável entre sua cliente e Gugu, a "manipulação" ocorre do lado que João defende. A defesa ainda destaca que falta amadurecimento ao rapaz de 19 anos.

"Será uma questão de tempo — pouco tempo— para que ele (João Augusto) venha descobrir que não são as irmãs ou a mãe as manipuladas nessa história toda. Cada um tem um tempo para crescer e amadurecer. A hora dele chegará, com certeza. E estamos na torcida e de braços abertos. Reafirmamos acreditar que, a cada dia, estamos mais próximos de vermos a justiça ser feita", diz Wilians.

Em nota enviada no último fim de semana, João Liberato afirmou que as gêmeas estão sendo manipuladas no inventário do pai e diz que a emancipação das irmãs foi "duvidosa". O primogênito disse ainda que segue com o mesmo advogado, que o defende "dos desacertos causados infelizmente pela minha mãe e sua família".

Na semana passada, Rose Di Matteo, mãe dos três filhos de Gugu, emancipou as gêmeas Marina e Sofia, de 17 anos, que contrataram Nelson Willians, o mesmo advogado da mãe, para representá-las no inventário. As duas afirmam a união estável do apresentador com a mãe, o que é contestado na Justiça pela irmã de Gugu.

“Eu, como filho primogênito do meu querido pai Gugu Liberato, repudio fortemente as notícias que circulam sobre a duvidosa emancipação das minhas irmãs e confirmo sem dúvida alguma, a minha confiança nos advogados da família, o Dr. Carlos Regina a frente do Inventário do meu pai e que, contava com sua total e absoluta confiança por muitos anos e Dr. Dilermando Cigagna Jr que defende a nossa família dessa aventura fantasiosa e dos desacertos causados infelizmente pela minha mãe e sua família", diz João Augusto no comunicado.

"Confirmo também a confiança total em minha tia Aparecida Liberato, nomeada em vida pelo meu pai como a responsável para cumprir o testamento e cuidar e proteger minhas irmãs Sofia e Marina, ambas menores de idade. Assim era a vontade de meu pai e acredito que todos deveriam respeitá-la, porque se amanhã herdarmos algo, será fruto exclusivo de seu trabalho", continua ele em outro trecho.

"Só posso imaginar que a atitude de envolver as minhas irmãs indevidamente e orientar para que mintam, seja fruto do desespero, já que a verdade está colocada no processo judicial e elas no fundo, sabem disso", finaliza ele.

Emancipadas, gêmeas defendem a mãe em processo de herança

Insatisfeitas com a falta de informações sobre o processo de inventário e a administração dos bens do apresentador Gugu Liberato, conduzida pela tia, Aparecida Liberato, e pelos advogados Dilermando Cigagna Júnior e Carlos Regina, as gêmeas Marina e Sofia contrataram o advogado Nelson Wilians, que atua no processo de reconhecimento de união estável de Rose Miriam.

Desde a morte do Gugu, em novembro de 2019, Miriam luta na Justiça pelo processo de reconhecimento de União estável com o artista. Ela é mãe dos três filhos do apresentador e ficou de fora do testamento.

Na semana passada, juntamente com a mãe, elas estiveram no escritório de Wilians, em São Paulo (foto abaixo).

Além de uma auditoria independente nas contas do inventário a ser realizada por uma das Big Four, já protocolada, para saberem quanto à administração dos bens deixados pelo pai, elas querem prestar depoimento diretamente ao juiz, pois sempre foram a favor de um acordo e nunca estiveram contra a mãe.

Elas reclamam ainda de terem seus pedidos ignorados pela tia, entre eles o de fazer um plano de saúde para elas nos Estados Unidos.

Juntas, Marina e Sofia têm direito a 63% da herança do apresentador. Em dezembro, elas completam 18 anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos