Deficiente visual, Dudu Braga participou da novela 'América' como apresentador de programa

·1 minuto de leitura

Filho de Roberto Carlos, Dudu Braga morreu nesta quarta-feira aos 52 anos. O herdeiro do Rei era deficiente visual e participou de uma novela que abordava o tema, "América" (2005). Ele, que tinha apenas 5% da visão, virou o o embaixador da campanha de inclusão desenvolvida na novela.

Na trama, ele interpretou o apresentador do fictício programa de TV "É Preciso Saber Viver" e entrevistou muitos deficientes, incluindo uma fotógrafa, um capoeirista, músicos, professores e esportistas cegos, além de bailarinos cadeirantes. Entre os entrevistados estavam os atletas Sandro Soares, ganhador da medalha de ouro no futebol de cinco nas paraolimpíadas de Atenas; a corredora e também medalhista Ádria Santos; e o nadador Clodoaldo Silva, premiado como o melhor atleta paraolímpico do mundo pelo Comitê Paraolímpico Internacional. O cineasta Evaldo Mocarzel, pai de uma menina com síndrome de Down e diretor do filme "Do Luto à Luta" (2005), que aborda o assunto, também deu seu depoimento na trama.

Publicitário por formação, Dudu também trabalhou como produtor musical, radialista e jornalista. Na rádio, ele apresentava o programa "As Canções que você fez pra mim". Na música, ele tocava bateria com a banda RC na Veia. Ele também foi apresentador de atrações na Record, na TV Cultura e na TV Gazeta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos