"Deixei meu nome na história do Nantes”, diz zagueiro brasileiro campeão da Copa da França

O zagueiro Andrei Girotto foi um dos destaques da conquista do Nantes, que ergueu o troféu de campeão da Copa da França após a vitória de 1 a 0 na final contra o Nice, no sábado (7). A conquista marcou o fim de um longo jejum de 22 anos sem títulos para o time.

“Com esse título fico feliz por estar coroando e festejando esse título com os torcedores, porque eles merecem”, diz o brasileiro ao se referir às mais de duas décadas de espera do clube para celebrar uma conquista nacional.

Girotto diz ter ficado emocionado com a festa da torcida amarela no Stade de France, local da final, e também na volta da equipe à cidade do noroeste da França, quando foram homenageados nas ruas no dia seguinte ao jogo, durante a apresentação do troféu aos torcedores na cidade.

“Vendo a festa que eles fizeram no estádio e na nossa volta a Nantes, eles merecem esse título e fico feliz por fazer parte da história desse clube maravilhoso”, destacou o brasileiro que chegou a ser criticado pela torcida, mas superou essa fase e mantém hoje uma forte sintonia com os torcedores. “A relação é de muito carinho. Depois de cinco anos, a gente cria um laço grande e, depois desse título, eu pude deixar meu nome na história do Nantes”.

De volante a zagueiro

O gaúcho de 30 anos chegou ao Nantes em 2017 contratado junto à Chapecoense e desembarcou com uma legião de brasileiros, incluindo Diegos Carlos e Lucas Lima, que já deixaram o time.


Leia mais

Leia também:
Nantes pode ficar entre os cinco do campeonato francês, acreditam brasileiros do time

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos