Delatores acusam Padilha de ter tratado de propina sob governos FHC, Lula e Dilma, diz Folha

(Reuters) - O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, tratou do pagamento de propina durante os governos dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, disseram delatores da Odebrecht segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo desta terça-feira.

De acordo com a Folha, delatores acusaram Padilha de ter sido o encarregado de pedir, receber e gerenciar ao menos 11,5 milhões de reais em pagamentos irregulares da empreiteira ao longo dos três últimos governos federais.

O ministro, que teve pedidos de inquérito autorizados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) com base nas delações da Odebrecht, disse à Folha em resposta às acusações, por meio da assessoria de imprensa, que "confia nas instituições brasileiras, razão pela qual registra que tem certeza de que com a abertura das investigações lhe será garantida a oportunidade para exercer amplamente seu direito de defesa".