Delegado aposentado e casal são presos sob suspeita de tráfico de drogas em SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um delegado aposentado da Polícia Civil de 64 anos foi preso sob suspeita de tráfico de drogas, por volta das 19h30 desta terça-feira (3), quando estava em um posto de combustíveis na região de Barueri, na Grande São Paulo.

Além dele, um homem de 31 anos e uma mulher, de 29, foram presos e levados à Delegacia Central da cidade da região metropolitana, sob suspeita de envolvimento no mesmo crime. A defesa do trio não havia sido localizada até a publicação desta reportagem.

Com os suspeitos, a polícia apreendeu três quilos de cocaína, R$ 17 mil, uma arma de fogo, além de celulares e um documento falso.

Policiais militares rodoviários faziam patrulhamento, na altura do km 30 da rodovia Castello Branco, quando desconfiaram do delegado aposentado e do casal, quando o policial, segundo a corporação, teria escondido um pacote sob a roupa, assim que avistou os agentes.

O aposentado estava ao lado de um Fiat Siena, ocupado pelo casal, quando avistado pelos PMs rodoviários.

Em seguida, segundo relatado pelos policiais militares em depoimento, o aposentado caminhou em direção a um Volkswagen Jetta, estacionado a cerca de 30 metros do carro onde ele conversava com o dupla.

Ao ser abordado, ele revelou aos PMs que havia escondido R$ 17 mil sob a roupa. Primeiramente, afirmou que o dinheiro era o pagamento por um serviço prestado ao condutor do Siena. Depois, de acordo com registros da Delegacia Central de Barueri, ele mudou a versão, alegando que a quantia havia sido um empréstimo.

Dentro do Jetta, os PMs ainda encontraram um revólver calibre 36, registrado em nome do policial, e um distintivo da Polícia Civil. Com ele também foram apreendidos seis celulares, além de 60 dólares (R$ 300) e mais R$ 517 na carteira. A reportagem apurou que ele se aposentou da Polícia Civil em 2019.

De acordo com a polícia, o casal admitiu ter entregado os R$ 17 mil ao aposentado, mas também sem explicar o motivo. No carro, a PM localizou um fundo falso no painel onde estavam pacotes que somavam três quilos de cocaína, como se constatou na perícia.

O suspeito de 31 anos admitiu ter pegado a droga na zona leste da capital paulista, sem dar mais detalhes. A mulher que o acompanhava, assim como o delegado aposentado, negaram conhecimento sobre a cocaína, de acordo com registros da Polícia Civil da Grande São Paulo.

Os três foram presos em flagrante e encaminhados à Delegacia Central de Barueri, onde foram indiciados sob suspeita de tráfico de drogas.

O Tribunal de Justiça de São Paulo não confirmou, até o momento, se o trio já foi submetido a audiência de custódia.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública não se manifestou sobre o caso, nem deu atualizações sobre as investigações, até a publicação deste texto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos