Delegado da PF que investiga aliados e filho de Bolsonaro é afastado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jair Renan, son of the Brazil's President Jair Bolsonaro is seen before a ceremony at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil February 24, 2021. REUTERS/Ueslei Marcelino
Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino.
  • Filho 04 é investigado por tráfico de influência

  • Superintendência está com caso das fake news

  • Afastamento foi determinado pelo diretor-geral da PF

O delegado Hugo de Barros Correia foi afastado do cargo de superintendente da Polícia Federal no Distrito Federal pelo diretor-geral do órgão, Paulo Maurino. Sob o comando do delegado, corriam dois inquéritos nesta superintendência que afetam diretamente o presidente Jair Bolsonaro (sem partido): o das fake news, que investiga seus aliados, e a possível prática de tráfico de influência cometida por seu filho mais novo, Jair Renan, quem ela chama de “04”.

O inquérito do Supremo Tribunal Federal sobre fake news e mira grandes aliados do presidente Jair Bolsonaro. O caso tem a relatoria do ministro Alexandre de Moraes.

Leia também:

O inquérito foi aberto por Dias Toffoli, presidente do STF, em março de 2019 para investigar notícias fraudulentas e ameaças que "atingem a honorabilidade e a segurança do Supremo Tribunal Federal, de seus membros e familiares".

Em agosto, A Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão contra investigados. Entre eles, o ex-deputado federal Roberto Jefferson, o empresário Luciano Hang, da rede de lojas Havan, os bolsonaristas Allan dos Santos (do site Terça Livre), Sara Winter (ativista) e o deputado bolsonarista Douglas Garcia (PSL-SP). 

Já Jair Renan, de 23 anos, é investigado desde março pela PF por tráfico de influência, sob a suspeita de ter utilizado a proximidade com o governo do pai para beneficiar a si mesmo através da própria empresa de eventos.

A Bolsonaro Jr. Eventos e Mídias tem, entre seus projetos, um camarote no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. O espaço vinha sendo divulgado por meio das redes sociais, mas sumiu delas após o início das apurações.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos