Delegado é afastado após invadir casa e dizer que ia "estourar cabeça" de moradora

Delegado é afastado após invadir casa e ameaçar mulher em MT - Foto: Reprodução/Câmera de Segurança
Delegado é afastado após invadir casa e ameaçar mulher em MT - Foto: Reprodução/Câmera de Segurança
  • Delegado foi afastado preventivamente após invadir casa de moradora e ameaçá-la

  • Câmera de segurança registrou oficial dizendo que "estourar a cabeça" da mulher

  • Sindicância administrativa vai investigar a conduta do delegado

Responsável por invadir uma casa em um condomínio de luxo e ameaçar a moradora em Cuiabá, na noite da última segunda-feira (28), o delegado Bruno França Ferreira foi afastado do cargo.

A Corregedoria da Polícia Civil de Mato Grosso determinou, nesta quinta (1º), o afastamento preventivo do oficial. Com isso, ele ficará longe do cargo por, pelo menos, 60 dias.

A medida poderá ser prorrogada pelo mesmo prazo. Durante este período, segundo informações do portal g1, uma sindicância administrativa vai investigar a conduta do delegado.

Também nesta quinta, Bruno França divulgou nota pedindo desculpas, mas afirmou que agiu após a mulher ir à quadra poliesportiva do condomínio e ameaçar o enteado dele, de 13 anos, que já teria uma medida protetiva contra ela.

Entenda o caso

Nas imagens registradas pela câmera de segurança, Bruno França aparece arrombando a porta e entrando de supetão na casa da mulher, acompanhado de três agentes, ordenando que ela deite no chão.

Os policiais pedem que o delegado se acalme, mas os gritos continuam, assustando o filho de 4 anos da vítima, que chora ininterruptamente.

Após diversos xingamentos à mulher, Bruno profere a ameaça: "A próxima vez que ela chegar perto do meu filho, vou estourar a cabeça dela".