Delegado é assassinado em Porto Velho após tiroteio em boate

·1 minuto de leitura
O delegado José Valney Calixto de Oliveira, da Polícia Civil de Rondônia
O delegado José Valney Calixto de Oliveira, da Polícia Civil de Rondônia
  • Um delegado foi assassinado com um tiro na cabeça em uma boate em Porto Velho

  • Ele participava de um evento quando houve um desentendimento e uma troca de tiros

  • O suspeito de ter atirado no delegado também foi baleado e não resistiu aos ferimentos

O delegado José Valney Calixto de Oliveira, da Polícia Civil de Rondônia, foi morto com um tiro na cabeça na noite deste sábado (24) em uma casa de eventos de Porto Velho.

Segundo reportagem do portal G1, o delegado estava participando de um evento quando houve um desentendimento e uma troca de tiros no local. Ainda não foi divulgada a motivação dos disparos.

Leia também

Um dos tiros acabou acertando o rosto de Valney Calixto e ele morreu antes mesmo de ser socorrido.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito de ter atirado no delegado também acabou baleado e foi levado para o hospital João Paulo II, mas não resistiu aos ferimentos.

Após o crime, policiais da Delegacia de Homicídios foram ao estabelecimento comercial para colher mais informações sobre a existência de uma terceira pessoa envolvida no tiroteio.

O delegado Valney Calixto de Oliveira fazia parte da Polícia Civil havia 19 anos e atualmente estava no Departamento de Flagrantes da Capital (Deflag).

O diretor geral da Polícia Civil de Rondônia, Samir Fouad Abboud, divulgou nota de pesar lamentando a morte do delegado Valney Calixto.

"A Delegacia Geral se solidariza com seus familiares e amigos neste momento de muita tristeza e pesar", diz o comunicado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos