Delegado pede exame toxicológico em corpo de Mc Kevin; depoimentos indicam uso de drogas e álcool antes da morte

·2 minuto de leitura

RIO - O delegado Henrique Damasceno, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), solicitou a profissionais do Instituto Médico-Legal (IML) que seja realizado um exame toxicológico no corpo do cantor Kevin Nascimento Bueno, o MC Kevin, de 23 anos. O funkeiro morreu por volta de 19h deste domingo (16) depois de cair do quinto andar de um hotel na orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Embora Kevin estivesse hospedado com a mulher, a advogada Deolane Bezerra, no quarto 1302 do estabelecimento, ele teria ido à suíte 502, onde estavam outros amigos, e caído próximo à piscina após despencar da varanda, a uma altura de pelo menos 15 metros. Socorrido por equipes do quartel do Corpo de Bombeiros do bairro, o jovem foi levado ao Hospital municipal Miguel Couto, na Gávea, na Zona Sul, mas não resistiu aos ferimentos.

Leia também

Ainda na noite de domingo (16), um inquérito foi instaurado pela delegacia, e pelo menos seis pessoas já prestaram depoimento, entre a viúva, amigos e homens que trabalham na equipe da produção de shows do artista. Algumas das testemunhas citaram que Kevin ingeriu drogas e bebida alcoólica durante o fim de semana. 

Uma perícia também foi feita pelo Instituto Carlos Éboli nos dois quartos e ainda na área onde o funkeiro caiu. A Polícia Civil tenta esclarecer se Kevin teria se jogado da sacada. Outra linha de investigação aponta que ele caiu acidentalmente após tentar se esconder da esposa.

O exame de necropsia do corpo do funkeiro indicou que a causa da morte foi trauma craniano provocado por ação contundente. O cantor morava em Mogi das Cruzes, na Região Metropolitana de São Paulo, mas estava na capital fluminense porque havia feito um show em uma boate em Vila Valqueire, na Zona Norte do Rio, na noite de sábado.

O velório de MC Kevin acontecerá na manhã desta terça-feira, na quadra da escola de samba paulistana Unidos de Vila Maria. A despedida ao artista começará às 4h e terminará às 8h, e a entrada do público estará liberada. A quadra fica na Rua Cabo João Monteiro da Rocha 488, no bairro Parque Novo Mundo, na Zona Norte da cidade de São Paulo. Ainda não há informações sobre o sepultamento.

Kevin era admirador e frequentador da quadra da Unidos de Vila Maria, que disputa o Grupo Especial no carnaval paulista. Pelas redes sociais, a agremiação anunciou estar de luto ao lembrar a ligação com o funkeiro e prestar uma homenagem:

"Grande admirador e frequentador de nossa escola, sempre que podia se fazia presente em nossos ensaios ou jogando bola em nosso campo. Que Deus possa consolar toda a família e amigos nesse momento de dor. Descanse em paz, Kevin", diz o texto publicado pela escola de samba.