Democracia foi grande vencedora dessa eleição, diz Lula após tomar posse

Lula discursa no tradicional Natal dos Catadores, em São Paulo

BRASÍLIA (Reuters) - Após ser empossado neste domingo para o seu terceiro mandato presidencial em cerimônia no Congresso Nacional, Luiz Inácio Lula da Silva disse em discurso que sua vitória é um resultado da consciência política da sociedade e da frente democrática construída no processo eleitoral.

"Foi a democracia a grande vitoriosa, superando a maior mobilização de recursos públicos e privados que já se viu, as mais violentas ameaças à liberdade do voto”, disse o petista, que derrotou Jair Bolsonaro (PL) por uma apertada margem.

Antes do discurso, Lula assinou seu termo de posse e pediu a palavra rapidamente, quebrando o protocolo, para contar que estava usando uma caneta que lhe foi dada por um cidadão quando fazia sua primeira campanha presidencial, em 1989, no Piauí, com a recomendação de que a usasse para sua posse naquela eleição.

Lula não venceu aquele pleito, perdendo para Fernando Collor, e, segundo contou, após sua primeira vitória em eleição presidencial, em 2002, esqueceu de levar o presente e assinou o termo com uma caneta emprestada do então senador Ramez Tebet. Na posse seguinte, em 2006, Lula assinou com uma caneta do próprio Senado.

(Reportagem de Ricardo Brito e Bernardo Caram, texto de Isabel Versiani)