Democrata Ossoff reivindica vitória na eleição para o Senado na Geórgia

·1 minuto de leitura
(Arquivo) O candidato democrata Jon Ossoff durante comício em Atlanta em 15 de de dezembro de 2020

O candidato democrata Jon Ossoff reivindicou nesta quarta-feira a vitória na segunda disputa para o Senado celebrada na terça-feira na Geórgia, um triunfo que, se confirmado, dará o controle da Câmara Alta ao partido do presidente eleito, Joe Biden.

"Geórgia, muito obrigado pela confiança depositada", afirmou Ossoff.

A imprensa americana, no entanto, ainda não atribuiu a vitória ao democrata na disputa contra o senador republicano David Perdue.

Na outra eleição de terça-feira, o democrata Raphael Warnock, 51 anos, derrotou a republicana Kelly Loeffler, uma empresária de 50 anos que havia sido nomeada senadora em dezembro de 2019, de acordo com a imprensa americana.

Caso a vitória de Ossoff seja confirmada no estado sulista tradicionalmente conservador, o golpe seria muito duro para o Partido Republicano, que em dois meses perderia a Casa Branca e o controle do Senado.

Biden poderia contar com maioria nas duas Câmaras do Congresso para levar adiante suas políticas.

Nesta quarta-feira, os congressistas se reunirão para registrar formalmente os votos do Colégio Eleitoral das eleições presidenciais de novembro (306 para Biden, 232 para Donald Trump).

jca/rle/gma/rs/fp