Democratas conquistam segundo assento na Geórgia e asseguram controle do Senado

·1 minuto de leitura
Jon Ossoff durante campanha em Atlanta, Geórgia, em 15 de dezembro de 2020

O democrata Jon Ossoff conquistou a vitória no segundo turno para o Senado da Geórgia, projetaram as emissoras de TV americanas nesta quarta-feira (6), garantindo ao seu partido o controle do Câmara Alta.

Esta nova vitória, após a do democrata Raphael Warnock na Geórgia, assim como o controle da Câmara de Representantes, asseguram ao presidente eleito Joe Biden para poder plasmar suas políticas de forma mais profunda e efetiva.

Ossoff derrotou o senador republicano David Perdue com uma margem de quase 25.000 votos, ou 0,56%, com 98% dos votos apurados, de acordo com projeções da NBC e ABC.

Sua vitória, depois que o colega democrata Raphael Warnock derrotou a republicana Kelly Loeffler em um segundo turno paralelo na terça-feira, deu a ambos os partidos 50 assentos no Senado.

Com a Câmara Alta igualmente dividida, a vice-presidente democrata eleita Kamala Harris terá o voto de minerva, dando aos democratas o controle do Senado e da Câmara dos Representantes.

Nesta quarta-feira, Joe Biden anunciou que havia ligado para Jon Ossoff e o pastor Raphael Warnock para cumprimentá-los e prestar homenagem aos eleitores na Geórgia, que, afirmou, "transmitiram uma mensagem decisiva".

pmh/ec/mvv/am/mvv