Partido de Merkel escolhe direitista rival da ex-premiê para liderar sigla

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O partido de centro-direita alemão CDU (União Democrata-Cristã) escolheu na sexta-feira (17) Friedrich Merz, rival histórico da ex-primeira-ministra Angela Merkel, como líder da legenda.

Merz, 66, substituirá Armin Laschet no cargo após a derrota da CDU nas eleições gerais de 26 de setembro. O partido, que estava no poder desde 2005, passou para a oposição depois da vitória do candidato social-democrata Olaf Scholz, que tomou posse como premiê do país no último dia 8.

A CDU terminou o pleito em segundo lugar, com 24,1% dos votos, o pior resultado da legenda desde o final da Segunda Guerra Mundial. Após o resultado, a agremiação decidiu trocar a sua liderança.

O direitista Merz recebeu 62,1% dos votos dos membros da CDU em sua terceira tentativa de assumir a liderança do partido. Votaram na eleição cerca de 250 mil de um total de 400 mil integrantes da legenda.

Ele prometeu uma ruptura com a estratégia centrista adotada por Merkel durante os 16 anos em que ela chefiou o governo da Alemanha.

Os rivais derrotados na disputa pela liderança da agremiação, Norbert Roettgen e Helge Braun, haviam se apresentado como herdeiros políticos da ex-primeira-ministra.

Advogado, Merz ocupou o cargo de deputado pela CDU no início dos anos 2000 e, depois, fez carreira junto ao fundo de investimentos Black Rock. Ele foi eleito novamente para o Parlamento alemão neste ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos