Denúncia de assédio sexual cometido por Daniel Alves é aceita na justiça da Espanha

Desde a semana passada, Daniel Alves está sendo investigado de assediar sexualmente uma mulher durante uma festa ocorrida em 30 de dezembro, em Barcelona. Agora, de acordo com informações da Reuters, a justiça catalã acolheu a denúncia e abriu o processo judicial. Na semana passada, o jogador já havia falado sobre o caso para uma rádio espanhola e negou o assédio, afirmando apenas que estava dançando.

— Gostaria de negar tudo. Sim, eu estava naquele lugar, com mais gente, curtindo. E quem me conhece sabe que eu amo dançar. Eu estava dançando e curtindo sem invadir o espaço dos outros. Eu não sei quem é essa senhora. Nunca invadi um espaço. Como vou fazer isso com uma mulher ou uma menina? Não, por Deus —, falou Alves, que completou: — Já chega (com o assunto), porque estão sofrendo, principalmente o meu povo.

De acordo com o jornal espanhol ABC, a vítima relatou que, em uma festa no último dia 30 de dezembro, Daniel Alves a tocou sem permissão e depois colocou a mão por dentro de sua roupa íntima. Após o acontecido, a vítima, assustada, teria avisado as amigas, que acionaram os seguranças da boate e depois da denúncia na polícia, um inquérito foi aberto.