Depois de Bolsonaro, Guedes também ofende primeira-dama francesa: "é feia mesmo"

Foto: AP Photo/Eraldo Peres

Seguindo o tom do presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, ofendeu a primeira-dama francesa, Brigitte Macron. Durante evento realizado em Fortaleza na tarde desta quinta-feira (05), Guedes afirmou que a mulher do presidente francês Emannuel Macron “é feia mesmo”.

"Estou vendo progresso em várias frentes, mas nada disso... tudo isso é assim... a preocupação é se xingaram a [Michelle] Bachelet, xingaram a mulher do Macron, chamaram a mulher de feia. O Macron falou que estão botando fogo na floresta brasileira, o presidente devolveu. Falou que a mulher dela é feia, por isso que ele está falando isso. Tudo bem, é divertido. Não tem problema nenhum. É tudo normal e é tudo verdade. O presidente falou mesmo, e é verdade mesmo. A mulher é feia mesmo", afirmou Guedes arrancando risos e aplausos de parte da plateia, que continha mulheres.

Leia também

Guedes ainda disse que “não existe mulher feia, existe mulher observada do ângulo errado”. O ministro se referiu ao episódio ocorrido no final do mês passado. Um usuário do Facebook postou uma foto de Bolsonaro com a primeira-dama Michelle ao lado de uma imagem do Macron e Brigitte. Na legenda da postagem, havia o questionamento: “entende agora por que Macron persegue Bolsonaro?”.

O próprio presidente reagiu ao post respondendo ao usuário da rede social. “Não humilha, cara kkkkkk". A ação de Bolsonaro gerou revolta e muita repercussão negativa. Horas depois, ele apagou o comentário e afirmou que não ofendeu a primeira-dama francesa.

O episódio se deu um dia depois de Bolsonaro receber críticas do governo francês direcionadas a sua política ambiental que estaria gerando um aumento no número de incêndios na Amazônia.