Depois de Dexter, que outras séries merecem ser revividas?

Beatriz Vaccari
·14 minuto de leitura

Depois de sete anos, Dexter vai retornar para uma temporada especial de 10 episódios em 2021, transmitido pelo canal Showtime. O anúncio chocou diversos fãs que acompanharam toda a trajetória do analista forense que levava uma vida dupla como serial killer. Embora a notícia tenha sido boa, o público jamais imaginou que haveria um revival tão repentino da série.

Dexter é apenas mais uma das produções que embarcaram nessa onda nostálgica e estão topando dar continuidade a uma história que foi contada há muito tempo. Um exemplo disso é o sucesso de Cobra Kai, sequência dos filmes Karate Kid em formato de série. No cinema, Hollywood está apostando o sucesso de bilheteria na memória afetiva dos fãs, revivendo franquias clássicas com novos filmes, como Matrix 4, Top Gun: Maverick, Um Príncipe em Nova York 2 entre muitos outros.

Outra série que flerta com a possibilidade de retornar à televisão é Prison Break, embora não haja nada confirmado até agora. O ator Dominic Purcell, que interpretou o personagem Lincoln Burrow, brincou com os fãs em suas redes sociais sobre a 6ª temporada estar em produção. A publicação foi apagada, deixando seus seguidores ainda mais curiosos.

Pensando em toda essa movimentação, o Canaltech fez uma seleção de séries que merecem retornar à televisão por diversos motivos: algumas porque não encerraram de uma forma que agradou o público, outras porque fizeram muito sucesso na época em que eram transmitidas e também as que foram canceladas de repente, mas que a história merece ser contada por inteiro.

Além disso, se bateu a saudade lendo esta lista, não se preocupe: além de falarmos um pouquinho sobre cada série citada, ainda deixamos os links das plataformas que disponibilizam os episódios em seus catálogos. É só dar o play!

14. House M.D.

Hugh Laurie e Robert Sean Leonard são Dr. Gregory House e Dr. James Wilson (Imagem: Divulgação / FOX)
Hugh Laurie e Robert Sean Leonard são Dr. Gregory House e Dr. James Wilson (Imagem: Divulgação / FOX)

House M.D. foi uma série de muito sucesso que foi ao ar entre 2004 e 2012, com alguns episódios transmitidos até hoje pelo canal pago Universal. Ambientada num hospital universitário fictício em Nova Jersey, a trama acabou destacando-se das demais séries médicas da época (que convenhamos, não são poucas) justamente pela diferente personalidade do protagonista Dr. Gregory House (Hugh Laurie), que dá nome à produção.

Infectologista e nefrologista, House acaba chamando atenção por seus excelentes e certeiros diagnósticos, mas também acaba tendo tiradas cômicas justamente por seu mau humor, ceticismo e por sua misantropia, um comportamento de aversão ao ser humano. House M.D. foi muito bem recebido pela crítica especializada, além de render dois Globos de Ouro pela atuação de Hugh Laurie e ganhar Emmys nas categorias de direção e roteiro.

O final é considerado excelente por muitos fãs e pela crítica, mas cá entre nós, que incrível que seria ver Dr. House tratando de um paciente com COVID-19, né?

House M.D. está disponível no Prime Video e no Globoplay.

13. Anne with an E

Amy McNulty é Anne, de <strong>Anne With an E </strong>(Imagem: Divulgação / Netflix)
Amy McNulty é Anne, de Anne With an E (Imagem: Divulgação / Netflix)

Anne with an E é uma das séries que compõem a triste lista de cancelamentos da Netflix. Com três temporadas, a trama é baseada na série de livros Anne of Green Gables, de L. M. Montgomery. A trama é centrada na vida de uma órfã, no final da década de 1890 que após uma infância abusiva no orfanato, é adotada por engano por dois irmãos, uma mulher e um homem, ambos solteiros, porém velhos demais para se envolver com outras pessoas e terem filhos.

A série acompanha o crescimento, amadurecimento e socialização de Anne na cidade em que vive, mostrando tanto o primeiro dia na escola, quanto as primeiras experiências como adolescente, além de abordar discussões como machismo, racismo e LGBTfobia em arcos coadjuvantes.

Anne with an E é uma série original da Netflix.

12. Sense8

Will (Brian J. Smith), Nomi (Jamie Clayton) e Riley (Tuppence Middleton) são três dos oito "Sensates" (Imagem: Divulgação / Netflix)
Will (Brian J. Smith), Nomi (Jamie Clayton) e Riley (Tuppence Middleton) são três dos oito "Sensates" (Imagem: Divulgação / Netflix)

Em 2015, estreou na Netflix uma série chamada Sense8, dirigida e produzida pelas irmãs Wachowski, que acabou ganhando o coração de boa parte dos assinantes por conta do curioso e intrigante enredo. A série acompanha a rotina de, até então, oito desconhecidos: Will, Riley, Capheus, Sun, Lito, Kala, Wolfgang e Nomi. Cada um vive em um país diferente (com exceção de Will e Nomi, ambos estadunidenses). Em flashes repentinos, eles acabam tendo a visão da morte de uma mulher chamada Angelica, e a partir desse momento, acabam descobrindo que estão emocionalmente ligados um ao outro.

Com a recém-descoberta, eles acabam explorando esse dom de se comunicar uns com os outros mesmo estando tão longe, e descobrem que as pessoas que possuem essa habilidade são chamadas de Sensate. Conforme a trama se desenvolve, o grupo precisa se salvar de um vilão chamado Whispers, que tem um único objetivo: se aproveitar dos poderes mentais deles. Em 2017, foi anunciado que a Netflix estava cancelando Sense8, porém após grande mobilização dos fãs, a série ganhou um episódio especial de duas horas para encerrar a história.

Sense8 é uma série original da Netflix.

11. The OA

Brit Marling é Prairie Johnson em <strong>The OA </strong>(Imagem: Divulgação / Netflix)
Brit Marling é Prairie Johnson em The OA (Imagem: Divulgação / Netflix)

Tha OA é uma série de ficção científica que chegou à Netflix em 2016, logo após o sucesso de Stranger Things, tanto é que o lançamento próximo rendeu diversas comparações entre as personagens Eleven (Millie Bobby Brown) e Prairie Johnson (Brit Marling). A narrativa segue a protagonista, uma mulher cega que desapareceu por sete anos, e de repente retornou para casa com a visão restaurada, mais tarde, ela começa a se intitular como The OA, dando nome à produção.

Foram disponibilizadas duas temporadas até o cancelamento ser anunciado, que pegou não só os fãs, mas também o elenco de surpresa. O último episódio terminou com um gancho enorme para uma sequência, além de já ter sido revelado pelos criadores Brit Marling e Zal Batmanglij que The OA estava planejada para ter cinco temporadas.

The OA é uma série original da Netflix.

10. Todo Mundo Odeia o Chris

Tyler James Williams interpretou a versão mais nova de Chris Rock em <strong>Todo Mundo Odeia o Chris </strong>(Imagem: Divulgação / The CW)
Tyler James Williams interpretou a versão mais nova de Chris Rock em Todo Mundo Odeia o Chris (Imagem: Divulgação / The CW)

Série que marcou diversas gerações, Todo Mundo Odeia o Chris fez um enorme sucesso no Brasil, tanto pela comédia de qualidade da série quanto pela característica dublagem de Renato Alcântara, Bruno Pontes, Gutemberg Barros, Guilene Conte entre outros. A sitcom é inspirada nos acontecimentos pessoais da infância e adolescência do comediante Chris Rock no Brooklyn, em Nova York, durante a década de 80.

Ao contrário das três produções anteriores dessa lista, Todo Mundo Odeia o Chris não foi cancelada e rendeu quatro temporadas com 88 episódios ao todo. Porém, os pedidos para que a série retornasse ganharam mais força em um dia que Terry Crews, que interpreta Julius na história, publicou uma ilustração do desenhista Rafael Gandine no Instagram, pedindo para que a comédia fosse relançada em uma versão animada. O ator Tequan Richmond (Drew, na série) também publicou o desenho.

Todo Mundo Odeia o Chris está disponível no Globoplay.

9. Sons of Anarchy

Planejada para somente uma temporada, <strong>Sons Of Anarchy </strong>fez tanto sucesso que se sustentou por sete (Imagem: Divulgação / FX)
Planejada para somente uma temporada, Sons Of Anarchy fez tanto sucesso que se sustentou por sete (Imagem: Divulgação / FX)

Apesar de não fazer parte da "rodinha de séries populares" aqui no Brasil, como Breaking Bad ou Game Of Thrones, Sons Of Anarchy chegou ao mundo pelo canal FX com a expectativa de ter apenas uma temporada, mas acabou se sustentando por sete devido ao carinho dos fãs e do enorme sucesso que foi a recepção da série, centrada na vida de motociclistas.

Sons Of Anarchy é uma mera exceção nessa lista, justamente porque não foi cancelada e não tem o final odiado pelos fãs, muito pelo contrário: o feedback de toda a história foi muito positivo, e justamente por isso o público gostaria de ver mais. O criador Kurt Sutter já revelou que tem vontade de desenvolver pelo menos dois spin-offs da série, um inclusive intitulado First Nine, ambientado em 1960 e antecedendo os eventos da série.

Sons of Anarchy tem todas as temporadas disponíveis no Prime Video.

8. The Get Down

Dizzee, Ra-Ra, Zeke e Shaolin (que não está na foto) formavam o grupo de hip-hop Get Down Brothers (Imagem: Divulgação / Netflix)
Dizzee, Ra-Ra, Zeke e Shaolin (que não está na foto) formavam o grupo de hip-hop Get Down Brothers (Imagem: Divulgação / Netflix)

The Get Down chegou à Netflix em 2016 com longos episódios de quase 90 minutos de duração. Criada pelo renomado diretor Baz Luhrmann, o enredo acompanha um grupo de adolescentes apaixonados por hip-hop no Bronx, em Nova York, no fim da década de 70. Com um elenco de peso que contava com Justice Smith, Shameik Moore e Jaden Smith, foi anunciado em 2017 que a série estava sendo cancelada após uma temporada por conta do alto orçamento de produção.

Embora o final não tenha deixado muitos parênteses abertos, o cancelamento deixou todos os fãs entristecidos, além do elenco que acabou criando um forte laço de amizade. The Get Down, além de trazer divertidas cenas musicais, ainda abordou importantes temas em seus 11 episódios, como machismo, racismo, intolerância religiosa e representatividade LGBT.

The Get Down está disponível na Netflix.

7. Freaks and Geeks

<strong>Freaks and Geeks </strong>chegou a receber três indicações ao Emmy, mas foi cancelada com apenas uma temporada (Imagem: Divulgação / NBC)
Freaks and Geeks chegou a receber três indicações ao Emmy, mas foi cancelada com apenas uma temporada (Imagem: Divulgação / NBC)

Freaks and Geeks é uma série que pode ser considerada uma das produções adolescentes mais injustiçadas do gênero. A história acompanha a rotina de Lindsay Weir (Linda Cardellini) e de seu irmão Sam Weir (John Francis Daley) no McKinley High School no início da década de 80. O programa tem nomes que hoje são de muito sucesso, como Jason Segel, James Franco, Leslie Mann, Seth Rogen entre outros.

A série foi exibida entre 1990 e 2000 na televisão norte-americana, ao 12º episódio da primeira temporada, foi divulgado que Freaks and Geeks estava sendo cancelada pela NBC por não conseguir a audiência desejada na programação. A decisão rendeu uma série de protestos dos fãs, cuja única conquista foi a disponibilização do conteúdo que ainda não tinha sido exibido na televisão, totalizando 18 episódios ao todo.

Freaks and Geeks está disponível no Prime Video.

6. Red Band Society

<strong>Red Band Society </strong>durou apenas treze episódios e foi cancelada no mesmo ano de lançamento (Imagem: Divulgação / FOX)
Red Band Society durou apenas treze episódios e foi cancelada no mesmo ano de lançamento (Imagem: Divulgação / FOX)

Red Band Society chegou sem muita divulgação na FOX em 2014, trazendo uma proposta diferente ao misturar temas médicos com drama jovem. Ambientada na enfermaria pediátrica do Hospital Ocean Park, em Los Angeles, a série acompanha diferentes pacientes que além de precisarem lidar com as dificuldades de suas doenças, ainda enfrentam os típicos problemas da adolescência.

A série é produzida por ninguém menos que Steven Spielberg e estrelada por um elenco de peso com Octavia Spencer, Dave Annable, Mandy Moore, Charlie Rowe, Ciara Bravo entre outros. Red Band Society durou apenas uma temporada, finalizando no 13º episódio após o anúncio de que havia sido cancelada por ser retirado da grade da FOX e não ter encontrado outra emissora interessada em exibir a série.

5. Chuck

Zachary Levi foi Chuck Bartowski antes de dar vida ao super-herói <strong>Shazam! </strong>da DC (Imagem: Divulgação / NBC)
Zachary Levi foi Chuck Bartowski antes de dar vida ao super-herói Shazam! da DC (Imagem: Divulgação / NBC)

Misturando ação e comédia, Chuck foi um dos maiores sucessos de Zachary Levi (que atualmente dá vida ao herói da DC Billy Batson em Shazam!), lançada em 2007. A série conquistou o público pela leveza do enredo, além de ter sido aclamada pela crítica especializada. Acompanhando Chuck Bartowski, um "nerd" que acaba virando um espião da CIA após ter os maiores segredos governamentais dos Estados Unidos instalados em seu cérebro por conta de um e-mail encriptado.

Chuck durou cinco temporadas e no total possui 91 episódios, finalizados em janeiro de 2012. O motivo de sua presença nesta lista é justamente o final em aberto que a 5ª temporada da série deixou, e que até hoje é pedido pelos fãs uma continuação, por mais improvável que seja manter o elenco original.

Chuck tem a primeira temporada disponível para compra na Microsoft.

4. Heroes

Peter Petrelli (Milo Ventimiglia) e Claire Bennet (Hayden Panettiere) em <strong>Heroes </strong>(Imagem: Divulgação / NBC)
Peter Petrelli (Milo Ventimiglia) e Claire Bennet (Hayden Panettiere) em Heroes (Imagem: Divulgação / NBC)

Heroes foi um enorme sucesso em 2006 e até chegou a ser a terceira série com o maior elenco da TV americana, perdendo apenas para Desesperate Housewives e Lost. A premissa do programa é bem atraente, mostrando pessoas comuns descobrindo seus poderes e habilidades especiais, que logo descobrem que estão conectadas e tem missão evitar desastres globais a partir de previsões em pinturas, usando o dom da precognição.

A primeira temporada foi um verdadeiro sucesso e chegou a ser a atingir audiência da NBC em cinco anos, mas o que veio depois é considerado descartável por boa parte dos fãs. Vale lembrar que a segunda temporada foi afetada pela Greve dos Roteiristas em 2007, nos EUA, e além de ter menos episódios que o planejado, teve diversos furos no roteiro. A partir daí, Heroes não foi mais a mesma, digna de um reboot.

Heroes está disponível no Prime Video.

3. Sem Limites

Rebecca Harris (Jennifer Carpenter) e Brian Finch (Jake McDorman) são os protagonistas de <strong>Sem Limites </strong>(Imagem: Divulgação / CBS)
Rebecca Harris (Jennifer Carpenter) e Brian Finch (Jake McDorman) são os protagonistas de Sem Limites (Imagem: Divulgação / CBS)

Sem Limites chegou na CBS em 2015 com a proposta de ser um spin-off do filme de mesmo nome, estrelado por Bradley Cooper e Robert De Niro, em 2011. Ambientada em Nova York logo após os acontecimentos do filme, a série acompanha o músico Brian Finch (Jake McDorman) que vive uma ressaca criativa e se vê sem um futuro para seguir. Ao ser apresentado para uma droga chamada NZT, que promete ativar 100% da capacidade do cérebro, Brian volta a ativa e logo consegue um cargo no FBI por conta da habilidade em decifrar mistérios e crimes.

Poucos meses após o lançamento foi anunciado pela produção que a série estava sendo cancelada e que nem a Netflix e nem a Amazon toparam renovar. Sem Limites possui apenas uma temporada com 22 episódios.

2. How I Met Your Mother

<strong>How I Met Your Mother </strong>é um dos nomes mais fortes das séries de comédia atualmente (Imagem: Divulgação / CBS)
How I Met Your Mother é um dos nomes mais fortes das séries de comédia atualmente (Imagem: Divulgação / CBS)

Uma das sitcoms mais adoradas pelo público também está aqui na lista e o motivo é bem claro: o episódio final de How I Met Your Mother é, até hoje, um assunto delicado para alguns fãs. Após nove temporadas, é revelado na season finale que Barney e Robin se divorciam após três anos de casamento e, na cena final, Ted faz uma alusão à primeira temporada, segurando a trombeta azul do lado de fora da janela de Robin, que no final das contas foi a mulher que ele se apaixonou desde o início. O desfecho não foi tão bem recebido, e chegou até a ser alvo de petições online, que exigiam uma mudança no roteiro.

How I Met Your Mother é uma série de comédia que gira em torno de Ted Mosby (Josh Radnor) e de seus amigos, narrada pelo protagonista 25 anos depois. Um dos pontos mais interessantes do programa, que inclusive já foi ressaltado diversas vezes pela crítica especializada, é como a história aproveita dos depoimentos do personagem para criar, adicionar e manipular as cenas baseadas em suas emoções, exageros e opiniões sobre os eventos ocorridos.

How I Met Your Mother está disponível no Prime Video.

1. Lost

<strong>Lost </strong>acompanhou as difíceis jornadas pessoais, emocionais e espirituais dos sobreviventes do voo Oceanic 815 (Imagem: Divulgação / ABC)
Lost acompanhou as difíceis jornadas pessoais, emocionais e espirituais dos sobreviventes do voo Oceanic 815 (Imagem: Divulgação / ABC)

Chegamos a uma questão polêmica. Lost foi um marco na televisão, sendo uma das séries de maior sucesso da década de 2000. O drama acompanha um grupo de sobreviventes do acidente aéreo do voo Oceanic 815 numa misteriosa ilha em algum lugar do Oceano Pacífico. Durante os episódios, além de mostrar as dificuldades enfrentadas pelos personagens para sobreviver, a série ainda retratava a vida de cada um antes e após o acidente, mostrando que as histórias dos passageiros estavam ligadas umas com as outras de alguma forma.

O motivo da série estar na lista é justamente por conta do polêmico último episódio, que foi exibido em maio de 2010 e divide a opinião do público até hoje em dois extremos: de um lado, quem amou o desfecho, e de outro, quem odiou. Há quem diga que a série deveria ser revivida justamente para respondes às questões que ficaram abertas durante toda a história e não tiveram um esclarecimento no final, enquanto por outro lado há quem goste da conclusão que Lost teve, e não gostaria de que o final fosse diferente.

Lost está disponível no Clarovideo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: