Depois do filho caçula de Lula, neto também faz sucesso nas redes; saiba quem é

"Apenas um rapaz latinoamericano sem dinheiro no banco mas com parentes importantes". A frase bem humorada é a descrição do perfil do Instagram de Thiago Trindade da Silva, neto de Lula. Mas agora, o rapaz latinoamericano também entrou para o clube de parentes do candidato eleito à presidência que fazem sucesso nas redes.

Thiago é filho de Marcos Cláudio Lula da Silva — filho da ex-primeira dama Marisa Letícia e adotado por Lula — e de Carla Ariane Trindade da Silva. Ele tem 26 anos, estudou Ciências Sociais, é militante de esquerda, streamer e tem uma marca da roupas. A próxima primeira-dama, Janja da Silva, inclusive, usou muitos dos looks feitos pelo neto de Lula durante a campanha presidencial.

O perfil do rapaz cresceu bastante nos últimos anos e, em momentos específicos, o nome de Thiago ficou em evidência na web. A primeira vez que o jovem ganhou visibilidade nas redes foi em 2019, quando seu avô foi solto.

Na ocasião, Lula o apresentou como neto em seu discurso na sede do sindicato dos metalúrgicos de São Paulo, em São Bernardo do Campo. Só naquele dia, o rapaz ganhou 13 mil seguidores e, ao descobrirem quem Thiago é, internautas se questionaram se o o neto de Lula "também estava livre".

Em 2019, quem se interessou pelo rapaz poderia até ter chance, mas hoje a situação é diferente. Thiago não está solteiro. Ele namora a atriz e modelo Renata Gasparim, de 23 anos. E o relacionamento é sério! Trindade foi até ao casamento do avô acompanhado da moça.

Mas como a internet não perdoa... já tem até comentário nas fotos do casal com perguntas para lá de audaciosas. "Será que com o comunismo for instaurado em 2023 sua namorada pode socializar você comigo?", brincou uma seguidora.

Apesar de ser militante ativo da esquerda hoje em dia, Thiago nem sempre quis se envolver com política. Em 2012, seu pai, Marcos Lula da Silva, foi candidato a vereador em São Bernardo do Campo — e acabou eleito. No mesmo ano, o rapaz filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT). No entanto, não fez questão de participar ativamente da campanha do pai.

Em abril de 2018, quando o avô foi preso em São Paulo, Thiago passou a aparecer cada vez mais como neto de Lula e e não apenas como um estudante de Ciências Sociais. Em maio do mesmo ano, foi nomeado como secretário parlamentar da Câmara dos Deputados, no gabinete do deputado Vicentinho (PT-SP).

Em junho de 2019, no Festival Lula Livre, em São Paulo, Thiago foi o responsável pela leitura da carta do avô aos manifestantes.

"Normalmente não entro nessas brincadeiras, mas esse momento significa muita coisa na minha vida. Meu avô é inocente e merece um julgamento justo, assim como qualquer cidadão brasileiro", disse o rapaz antes de fazer a leitura.