Depois de Natan, Flamengo recebe sondagens do exterior e pode negociar goleiro Hugo Souza

Diogo Dantas
·2 minuto de leitura

O Flamengo segue com o foco na obtenção de receita com a venda de jogadores, que promete ser a tônica do clube em 2021 para manter a equipe fortalecida e bater a meta orçamentária de R$ 168 milhões.

Depois de negociar o zagueiro Natan com o Red Bull em operação que pode render quase R$ 30 milhões - o jogador assina contrato de empréstimo com obrigação de compra nesta terça-feira - a diretoria trabalha com a possibilidade de perder Hugo Souza.

O jovem goleiro de 22 anos, com passagem por seleção brasileira e titular na campanha do octacampeonato brasileiro, tem recebido uma série de sondagens de fora do Brasil. A diretoria rubro-negra já está lidando com o assédio e sabe que segurar o jogador não será tarefa fácil.

Com contrato renovado recentemente até 2025, Hugo tem multa em torno de 70 milhões de euros (R$ 471 milhões) para equipes do exterior. No entanto, nenhum clube enviou proposta oficial para o Flamengo nem para os representantes do atleta. Segundo o Jornal O Dia, o Ajax, da Holanda, é um dos interessados, e enviará representantes em breve para abrir negociações.

O Flamengo trata a situação com tranquilidade, já que a janela para saída de jogadores só abre em julho. Com o acordo por Natan selado, e já tendo negociado Lincoln e Yuri César, o clube mantém o sangue frio no mercado, mas ciente de que perderá alguns de seus valores para compor o caixa.

Em função das sondagens por Hugo Souza, a diretoria trabalha no mercado para a chegada de um goleiro. O veterano Diego Alves, cujo contrato vence em dezembro, não é visto como solução de longo prazo, e não deve ter o vínculo renovado.

Entre os nomes oferecidos na posição, está Gatito Fernandez, que pertence ao Botafogo, mas tem contrato perto do fim.