Depois de negar racismo no Brasil, presidente da Fundação Palmares nega perigo do coronavírus

RIO - Após afirmar que no Brasil existe um racismo "nutella", o jornalista Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares minimizou o perigo do novo coronavírus, que já matou milhares de pessoas no mundo. Numa postagem no Twitter, Camargo afirmou que o isolamento, um dos métodos apontados por especialista como mais eficiente contra a disseminação da Covid-19, "precisa ser imediatamente suspenso", exceto "para grupo de risco".