Depois de ser vandalizado, painel em homenageia ao ator Paulo Gustavo em Niterói será restaurado

·1 minuto de leitura

RIO — Depois de ser apagado em um ato de vandalismo há três semanas, o painel em homenagem ao ator Paulo Gustavo, feito pelo artista Ipo, no calçadão da Praia de Icaraí, em Niterói, será restaurado. Ipo acredita que o apagamento da obra foi motivado por homofobia.

O painel mostra a personagem dona Hermínia com os dizeres “Rir é um ato de resistência” e foi vandalizada no último dia 28, quando se comemora o orgulho LGBTQIA+. A obra foi pintada por Ipo e a sobrinha Maria Clara em maio, logo após a morte de Paulo Gustavo.

"Fiz com a minha sobrinha que faz parte da comunidade surda, em um ato de pura ignorância homofobica, por simplismente não aceitarem as diferenças na forma de amar, foi vandalizado. O ódio, falso moralismo, autoritarismo no pensamento e atitudes que são contra o que a arte representa. A arte democratiza e tira as vendas do preconceito. Rir é um ato de resistência. Retirar as amarras do desrespeito é urgente", escreveu Ipo em suas redes sociais.

Nos comentários da postagem do artista, muitos amigos de Ipo também lamentaram o ato de vandalismo. Ele prometeu restaurar a obra em breve com a ajuda da sobrinha Maria Clara.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos