Depois do soro de leite, ‘mistura com queijo ralado’ viraliza nas redes

Após o soro de leite viralizar como símbolo da inflação, as redes sociais pinçaram novo exemplo da carestia à brasileira nas gôndolas do supermercado: a mistura alimentícia com queijo ralado.

No Twitter e no Reddit, circulou nesta terça-feira a foto do produto, da marca paranaense Seleti, ao preço de R$ 1,65. A embalagem tem 50 gramas. A coluna tentou, sem sucesso, contato com a fabricante por telefone.

Embora tenha viralizado agora, o produto existe pelo menos desde 2020. Segundo o site da plataforma de acompanhamento de licitações governamentais Siga Pregão, naquele ano o produto da Seleti chegou a ser desclassificado de uma compra pública para quartel da Aeronáutica em Curitiba.

De acordo com dados da plataforma, “após análise do folder enviado, verificou-se que o item ofertado se trata de mistura alimentícia com queijo ralado, não atendendo ao solicitado no edital”. O contrato buscava a compra de queijo parmesão ralado.

Só no ano passado, o queijo ralado ficou 16,12% mais caro, segundo pesquisa da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) que acompanhou os preços no estado de São Paulo.

Com a alta dos produtos “originais”, fabricantes do segmento de laticínios vêm oferecendo subprodutos mais acessíveis. Além do soro de leite, o leite condensado já tem sido substituído por “mistura láctea condensada com soro de leite e amido” em algumas categorias de preço.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos