Deputada democrata diz que Câmara pode votar impeachment de Trump na próxima semana

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A deputada democrata Katherine Clark abriu nesta sexta-feira (8) a possibilidade da Câmara dos Estados Unidos votar já na próxima semana o impeachment do presidente Donald Trump por seu envolvimento na invasão do Congresso na última quarta (6). Clark ocupa um cargo equivalente ao de vice-presidente da Casa, posição que é considerada a quarta mais importante dentro da hierarquia democrata na Câmara. "Nós temos um processo a conduzir, mas temos um presidente que incitou uma multidão a atacar o Capitólio [a sede do Legislativo]. Agora temos cinco mortos disso e a ferida em nossa democracia é inacreditável", disse ela em entrevista para a rede de TV CNN. A deputada deixou claro, porém, que o processo de impeachment só irá avançar se o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, não invocar a 25ª Emenda da Constituição americana —o dispositivo permite afastar o presidente caso ele seja considerado incapaz de cumprir as funções e deveres do cargo. Diversos líderes democratas e até alguns republicanos têm pressionado Pence a usar o artigo para afastar Trump do comando do país, mas até o momento o vice não acionou o dispositivo. Nancy Pelosi, a presidente da Câmara, afirmou na quinta (7) que a casa poderia iniciar o impeachment caso Pence não tomasse uma atitude. Não está claro, porém, se é possível concluir o processo na Casa e no Senado até o próximo dia 20, quando acaba o mandato do republicano.