Deputado bolsonarista nega vazamento e diz que denúncia o alertou sobre inquérito divulgado por Bolsonaro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  02-09-2021, 12h00: O presidente Jair Bolsonaro, acompanhado dos ministros Tarcísio Freitas (Infraestrutura), Ciro Nogueira (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia), durante cerimônia de Lançamento de Autorizações Ferroviárias, no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress, PODER) ORG XMIT: AGEN2109021919326885 ORG XMIT: AGEN2110051528195328 ORG XMIT: AGEN2110061749429801 ORG XMIT: AGEN2110071016925991
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 02-09-2021, 12h00: O presidente Jair Bolsonaro, acompanhado dos ministros Tarcísio Freitas (Infraestrutura), Ciro Nogueira (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia), durante cerimônia de Lançamento de Autorizações Ferroviárias, no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress, PODER) ORG XMIT: AGEN2109021919326885 ORG XMIT: AGEN2110051528195328 ORG XMIT: AGEN2110061749429801 ORG XMIT: AGEN2110071016925991

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O deputado Filipe Barros (PSL-PR) afirmou em depoimento à Polícia Federal que soube da existência do inquérito do ataque hacker ao Tribunal Superior Eleitoral por uma denúncia que chegou à comissão do voto impresso.

O parlamentar também disse que a investigação divulgada por ele e o presidente Jair Bolsonaro em entrevista em 4 de agosto não estava sob sigilo.

Barros e o Bolsonaro são investigados no inquérito aberto após o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, receber uma notícia-crime do Tribunal Superior Eleitoral e ordenar a apuração.

Como mostrou a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, a PF mira a responsabilidade pela divulgação dos documentos e, também, como o deputado soube da existência do caso na superintendência no Distrito Federal.

A PF pediu ao STF mais prazo para concluir o caso. O depoimento de Barros foi tomado na sexta-feira (1).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos