Deputado bolsonarista pede professora em 'paredão de fuzilamento'

Deputado federal Éder Mauro é da base bolsonarista na Câmara (Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)
Deputado federal Éder Mauro é da base bolsonarista na Câmara (Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)

Resumo da notícia

  • Deputado bolsonarista afirmou que professora deveria ser colocada em "paredão" de fuzilamento

  • Declaração foi feita durante crítica sobre uso da imagem de Jesus, conjutamente com a frase "bandido bom é bandido morto"

  • Fala aconteceu durante Comissão de Direitos Humanos e Minoria da Câmara

O deputado bolsonarista Éder Mauro (PL-PA) sugeriu que uma professora fosse colocada em um “paredão” de fuzilamento por usar um “meme” envolvendo Jesus Cristo em uma prova escolar. A declaração aconteceu durante uma sessão da Comissão de Direitos Humanos e Minoria, na Câmara dos Deputados.

Segundo o portal Metrópoles, o deputado federal se referia a um relato do autor Mário Gomes. Ele teria denunciado uma professora, que usou uma montagem com a imagem de Jesus crucificado, da obra “Cristo Crucificado”, do artista Diego Velásquez, com a frase “bandido bom é bandido morto”, em uma prova.

O ator teria aberto um boletim de ocorrência contra a professora por “intolerância religiosa”. Na Comissão de Direitos Humanos, Éder Mauro comentou o caso e sugeriu que a professora fosse “colocada em um paredão”.

“Esta jumenta empoderada e comunista deveria ter sido colocada em um tribunal, num paredão, para que ela não levasse esse seu entendimento para nossa juventude, que está em formação de caráter. Por isso, eu quero dizer aqui nesta Comissão de Direitos Humanos e Minoria que nós parássemos de ver o direito de minoria. Que nós nunca deixemos de ver o direito da maioria dos brasileiros, que não quer esses valores errados.”

O parlamentar ainda declarou que a docente “envergonha a classe de professores”. Ao comentar o caso, Éder Mauro falou sobre a chacina na Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro, e chamou os mortos de “bandidos”.

“Quer comparar Jesus com bandido? Isso é uma vergonha para os professores. (...) Que ela compare bandido com aqueles mais de 20 que foram mortos lá no Rio de Janeiro.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos