Deputado britânico é suspenso por suspeita de ver vídeos pornôs em sessão legislativa

Imagem divulgada pelo Parlamento do Reino Unido mostra o deputado conservador de Tiverton e Honiton, Neil Parish (AFP/Richard Townshend) (Richard Townshend)

O deputado britânico Neil Parish foi suspenso nesta sexta-feira (29) de sua bancada do Partido Conservador, à espera do resultado de uma investigação interna por ter assistido a um vídeo pornográfico em seu celular durante um debate na Câmara dos Comuns.

Essa decisão encerra vários dias de especulações sobre a identidade do legislador investigado, que finalmente decidiu revelar que a pessoa no centro da polêmica era ele mesmo, anunciou um porta-voz dos "tories" no Parlamento.

Parish, de 65 anos, "foi suspenso do grupo conservador, à espera das conclusões da investigação", disse o porta-voz Chris Heaton-Harris.

A investigação foi aberta depois que o jornal Daily Mirror indicou que uma integrante do governo de Boris Johnson falou desse incidente na terça-feira à noite, durante uma reunião de parlamentares conservadores.

De acordo com esse depoimento, um deputado, que não foi identificado, sentado ao seu lado, assistia a um vídeo pornográfico durante um debate parlamentar há alguns meses.

O debate falava sobre machismo no Parlamento britânico.

"Essa atitude é totalmente inaceitável", disse um dos responsáveis por questões disciplinares dos conservadores, que exigiu que "medidas sejam tomadas".

Outro jornal, o Sunday Times, revelou no domingo que três ministros e dois deputados opositores são investigados por "mau comportamento do tipo sexual", uma fórmula que abrange atos de assédio sexual, voyeurismo e agressões sexuais.

Os investigados constam em uma lista de 56 deputados denunciados para um escritório especializado no registro dessas denúncias, aberto no auge do movimento "Me too".

vg/spe/mm/js/eg/aa/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos