Deputado Luis Miranda vai ao Senado após ser citado em áudio

·1 minuto de leitura
BRASÍLIA, DF, 01.07.2021: LUIS-MIRANDA - O deputado Luis Miranda (DEM-DF) conversa com jornalistas ao sair da CPI da Covid no senado, após ser citado pelo depoente Luiz Paulo Dominguetti durante depoimento. Luis Miranda foi ao plenário da CPI parase defender da citação e pedir a prisão do depoente Dominguetti por falso testemunho. Na foto ele mostra a conversa no whatsapp em seu celular que comprovaria sua inocência. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
BRASÍLIA, DF, 01.07.2021: LUIS-MIRANDA - O deputado Luis Miranda (DEM-DF) conversa com jornalistas ao sair da CPI da Covid no senado, após ser citado pelo depoente Luiz Paulo Dominguetti durante depoimento. Luis Miranda foi ao plenário da CPI parase defender da citação e pedir a prisão do depoente Dominguetti por falso testemunho. Na foto ele mostra a conversa no whatsapp em seu celular que comprovaria sua inocência. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O deputado Luis Miranda (DEM-DF) chegou ao Senado nesta quinta-feira (1) ao ser citado na CPI da Covid. O representante da Davati Medical Supply Luiz Paulo Dominguetti Pereira afirmou que o deputado procurou a empresa para comprar vacinas.

"Vou mandar prender ele agora. Ele está mentindo", disse o deputado ao passar pelos jornalistas.

Luís Miranda e seu irmão, o servidor da Saúde Luís Ricardo Miranda, estão no centro das denúncias de irregularidades na contratação da vacina Covaxin, que atingiram o governo. O parlamentar disse à CPI da Covid que levou as suspeitas ao presidente Jair Bolsonaro e implicou o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos