Deputado quer cota de 3% para trans em empresas

JOANA CUNHA
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O deputado federal e ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT-SP) vai apresentar na sexta-feira (29) um projeto de lei que define cota de 3% para travestis ou transsexuais em empresas. A reserva de vagas do texto vale para companhias que recebem incentivos fiscais ou fazem negócios com o governo e possuem mais de cem funcionários. Caso a empresa tenha trainees ou estagiários, deverá seguir a mesma regra para esses grupos. A apresentação do texto será feita no Dia da Visibilidade Trans. O projeto foi escrito em parceria com entidades que representam o grupo.