Deputados aprovam criação de loteria estadual em SP

·2 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 27.03.2020 - O governador de São Paulo, João Doria, durante coletiva de imprensa após visita as obras de instalação do Hospital Municipal de Campanha de Combate ao Coronavírus no estádio do Pacaembu. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress) ORG XMIT: AGEN2003271843220388
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 27.03.2020 - O governador de São Paulo, João Doria, durante coletiva de imprensa após visita as obras de instalação do Hospital Municipal de Campanha de Combate ao Coronavírus no estádio do Pacaembu. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress) ORG XMIT: AGEN2003271843220388

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou na noite desta quarta-feira (23) o projeto de lei que autoriza a criação de uma loteria estadual em São Paulo. O texto, agora, segue para sanção do governador João Doria (PSDB).

O projeto, que é de autoria do próprio governador, foi aprovado por 53 votos a favor e 20 contra. Ainda não há data estabelecida para que a loteria estadual comece, de fato, a funcionar.

Também não foram informados os detalhes sobre como será essa loteria, como o banco que fará o pagamento dos prêmios, como serão feitas as apostas, quais serão os valores dos bilhetes, entre outros.

Questionado pela reportagem, o governo do estado disse que ainda não irá comentar o projeto, pois o texto ainda não voltou às mãos do governador. A liderança do governo na Assembleia também foi procurada, mas não se manifestou até a publicação desta reportagem.

De acordo com o projeto de lei, todo o dinheiro arrecadado com a loteria estadual será utilizado para o "custeio de ações voltadas à assistência social e à redução da vulnerabilidade social".

EMPRÉSTIMOS BILIONÁRIOS

O projeto também possibilita a contratação de empréstimos, por parte do governo paulista, no valor de até R$ 5 bilhões, com instituições financeiras nacionais. "A quantia será usada em obras e investimentos em rodovias e vicinais, mobilidade urbana, habitação, infraestrutura em saúde, educação e segurança pública", informa a Assembleia.

Outra autorização concedida após a aprovação do texto é para a contratação de um crédito no valor de US$ 256,5 milhões (o equivalente a cerca de R$ 1,2 bilhão na cotação atual do dólar) para o projeto São Paulo Mais Digital.

Os deputados também autorizaram o governo de São Paulo a prestar contragarantias à garantia oferecida pela União em operação de crédito celebrada pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) no valor de US$ 300 milhões (o equivalente a aproximadamente R$ 1,4 bilhão).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos