Deputados críticos a Bolsonaro produzem série de vídeos sobre impacto do dólar no custo de vida

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 06.10.2021 - O presidente Jair Bolsonaro, ao lado da primeira Dama Michelle Bolsonaro, participa de cerimônia de recepção aos atletas olímpicos e paralímpicos que participaram das olimpíadas no Japão, no Palácio do Planalto, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 06.10.2021 - O presidente Jair Bolsonaro, ao lado da primeira Dama Michelle Bolsonaro, participa de cerimônia de recepção aos atletas olímpicos e paralímpicos que participaram das olimpíadas no Japão, no Palácio do Planalto, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Integrantes da Câmara dos Deputados críticos ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) preparam uma série de vídeos para serem distribuídos nas redes sociais mostrando o impacto do dólar sobre o custo de vida.

O primeiro deles já tem sido compartilhado nesta quarta-feira (13) por deputados e senadores contrários ao presidente, e fala sobre a relação da moeda americana com o preço da gasolina. Junto ao vídeo, os parlamentares tentam subir a hashtag #bolsocaro.

"Bolsonaro está dizendo que a culpa [do preço] é dos governadores, que não baixam o ICMS, um imposto do estado", diz o narrador do vídeo. "Sabe quanto o ICMS subiu desde quando Bolsonaro assumiu a Presidência? Nada."

Ao menos mais dois outros vídeos, sobre como a alta do dólar incide no preço dos remédios e da comida, devem ser divulgados nos próximos dias. O material tem sido feito pela liderança da minoria na Câmara, que organiza a atuação dos partidos da oposição ao governo, composta por PT, PSB, PDT, PSOL, PC do B e Rede.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos