Deputados criticam menção de Baleia Rossi a Ulysses Guimarães durante lançamento de candidatura

CAMILA MATTOSO
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Deputados contrários ao nome do deputado Baleia Rossi (SP), presidente do MDB, na disputa pelo comando da Câmara criticaram a menção que o parlamentar fez a Ulysses Guimarães no discurso em que lançou sua candidatura. “Certeza de que Ulysses Guimarães estaria feliz com este ato que o MDB faz", disse Baleia nesta quarta (23). "Temos ódio e nojo da ditadura”, continuou o deputado, repetindo trecho de discurso de Ulysses no ato de promulgação da Constituição de 1988. Aliada de Arthur Lira (PP-AL), candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, a deputada Margarete Coelho (PP-PI) afirmou nas redes sociais que o legado de Ulysses "não pertence a um partido". O ex-parlamentar era filiado ao MDB. "[O legado] Pertence a todos que amamos e respeitamos a Carta Cidadã! Invocar o seu nome como fiador de uma falsa candidatura de oposição deve estar fazendo o Senhor Constituinte se revolver no túmulo. Ele não merecia tamanha heresia!", escreveu a parlamentar. O deputado Marco Feliciano (Republicanos-SP) também reclamou da referência feita por Baleia, que também postou uma foto jovem ao lado do ex-presidente da Câmara. "Ulysses está e estará sempre na História! Agora, apoiar o governo e ser o candidato da oposição, como o deputado Baleia Rossi, é como se o general Geisel tivesse sido o anticanditato no colégio eleitoral. E não Ulysses. Faz sentido?", provocou Feliciano. A crítica dos parlamentares ocorre porque Baleia se apresentou como o candidato da "independência" contra o nome apoiado por Bolsonaro, embora tenha votado em diversos projetos de acordo com o governo.