Deputados da Alerj pretendem derrubar veto de Witzel a reajuste geral e PCCS da Saúde

Camilla Pontes

Os deputados da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) que participaram da reunião desta quarta-feira com profissionais que integram o Fórum de Servidores Públicos do Estado do Rio de Janeiro sinalizaram que vão votar pela derrubada do veto do governador Wilson Witzel ao trecho da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020, que trata da revisão geral anual. A matéria deve ser votada na primeira quinzena de março.

O presidente da Casa, deputado André Ceciliano (PT) vai se reunir na próxima quarta-feira com o secretário da Casa Civil, André Moura, para abrir as negociações entre as entidades de classe e o governo. O objetivo é estabelecer um calendário. A revisão anual é a única forma de reajuste salarial permitida pelo Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

Também foi sinalizado a derrubada do veto, também na LOA, à implementação do Plano de Carreiras, Cargos e Salários dos servidores da Saúde estadual, o "PCCS da Saúde", que estabelece o reajuste gradual, em 48 meses, dos salários dos servidores da Secretaria de estadual de Saúde (SES) e do Instituto de Assistência Social dos Servidores do Estado do Rio (Iaserj).

O fórum é composto por 12 entidades que representam os servidores estaduais de diferentes áreas.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra (21 99644 1263).