Deputados estaduais de SP aumentam próprio salário; veja valor

Alesp já havia aprovado aumento salarial para o novo governador, vice e secretariado

Alesp (Foto: Divulgação/Alesp)
Alesp (Foto: Divulgação/Alesp)
  • Deputados estaduais de São Paulo aprovam reajuste escalonado dos próprios salários de 37,3% em três anos;

  • Até 2025, o valor passará de R$ 25 mil para R$ 34,7 mil;

  • Parlamentares argumentam que o reajuste segue o aumento aprovado por deputados federais em novembro deste ano.

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou na última quarta-feira (21) o aumento gradativo dos salários dos parlamentares estaduais de R$ 25 mil para R$ 34 mil até 2025. Isso representa um reajuste de 37,3% em três anos.

O último aumento havia ocorrido em 2016. O reajuste passa a valer em 1º de janeiro de 2023, com 16% de aumento. O segundo ocorrerá em 1º de abril do mesmo ano (6%); Posteriormente, haverá novo reajuste em 1º de fevereiro de 2024 (5,6%) e, novamente, em 1º de fevereiro de 2025 (5,3%). As informações são do portal g1.

O texto foi aprovado por 49 votos favoráveis e 10 contrários na última sessão do ano. Para entrar em vigor, a proposta ainda precisa ser sancionada pelo governador do estado até 31 de dezembro deste ano.

Segundo a Alesp, os valores seguem os reajustes aplicados aos salários dos deputados federais. No último dia 20 de dezembro, foram aprovados aumentos para os parlamentares, ministros e presidente da República.

No dia 29 de novembro, a Assembleia também aprovou reajuste de 50% nos salários do próximo governador e vice eleitos em São Paulo, além dos secretários de governo. O projeto também ainda não foi sancionado pelo Executivo estadual.

Segundo o texto, Tarcísio de Freitas (Republicanos), governador eleito, já entraria no cargo com aumento de $ 23 mil para R$ 34,5 mil a partir também de 1º de janeiro.

Já o vice dele, Felício Ramuth (PSD), teria aumento de R$ 21.896,27 para R$ 32.844,41, e o dos secretários estaduais, de R$ 20.743,72 para R$ 31.115,58.