Deputados vão ao STF contra Copa América no Brasil: "Maior 'mata-mata' da história"

·3 minuto de leitura
  • A decisão da Copa América de 2021 ser disputada no Brasil causou indiganação a parlamentares brasileiros que afirmam que irão ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o torneio

  • O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) disse que entrará com um mandado de segurança para impedir a realização do torneio no país

  • O deputado Alexandre Padilha (PT-SP) afirmou ter enviado um ofício ao governador de São Paulo, João Doria (PSBD), para que o evento seja proibido

Após as desistências de Argentina e Colômbia, sedes originais da competição, a Conmebol anunciou nesta segunda (31) que a Copa América de 2021 será disputada no Brasil. A decisão de última hora causou indiganação a parlamentares brasileiros que afirmam que irão ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o torneio.

"Copa América no Brasil será o maior torneio MATA-MATA da história. Vou buscar, como deputado, todas as medidas, inclusive judiciais, para evitar esta tragédia!", publicou nas redes sociais o deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP).

Leia também

De acordo com o jornal Congresso em Foco, o deputado Júlio Delgado (PSB-MG) disse que entrará com um mandado de segurança para impedir a realização do torneio no país, que é o segundo em número de mortes por Covid-19 no mundo, com mais de 465 mil óbitos até agora.

"É uma abertura desnecessária, interesseira. Se fossem ao menos Eliminatórias da Copa do Mundo, que é para um evento futuro. Ninguém está interessado em Copa América, o interesse é apenas com as cotas de transmissão. A Eurocopa será feita em bolhas, é diferente", afirmou.

Segundo ele, ao autorizar a vinda dos jogos para o Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) estão preocupados em atender a interesses comerciais da autoridade máxima do futebol sul-americano e das emissoras de TV, que pagaram pela transmissão da Copa América.

Já Padilha, também ex-ministro da Saúde, afirmou que tomará providências para tentar impedir que os jogos sejam realizados em território brasileiro. Segundo ele, um ofício foi enviado ao governador de São Paulo, João Doria (PSBD), para que o evento seja proibido.

"Acabei de encaminhar um Ofício para o governador de São Paulo, João Doria, para que PROÍBA a realização da Copa América de Futebol em São Paulo. Não podemos aceitar mais um capítulo MORTAL do NEGACIONISMO de Bolsonaro, o GENOCIDA!", disse.

O plano defendido por aliados de Doria é o de atrair para a gestão estadual nomes de militares de peso que saíram das asas de Bolsonaro. (Foto: Marcos Correa/PR)
O plano defendido por aliados de Doria é o de atrair para a gestão estadual nomes de militares de peso que saíram das asas de Bolsonaro. (Foto: Marcos Correa/PR)

Presidente da CBF pode ser convocado na CPI da Covid

O vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, Randolfe Rodrigeus (Rede-AP), escreveu que está protocolando requerimento para convocar o presidente da CBF, Rogério Caboclo, para prestar depoimento na comissão.

"Estou protocolando requerimento convocando o Presidente da CBF na CPI da Pandemia, é necessário saber quais as medidas foram planejadas para garantir segurança sanitária aos brasileiros diante da realização da Copa América com tanta celeridade em nosso país", disse Randolfe.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Doria diz não se opor a jogos da Copa América no estado

Nesta segunda-feira (31), após o anuncio dos jogos no Brasil, o governador Doria posicionou-se sobre a realização de jogos da Copa América em São Paulo. Doria afirmou que não vai se opor à utilização de estádios paulistas para o torneio.

“O governo não fará objeção caso a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) defina São Paulo como um dos locais de jogos da Copa América", diz nota publicada pelo G1.

O próprio Doria, no entanto, explica que as partidas poderão ser realizadas no estado “desde que protocolos do Plano São Paulo sejam respeitados”.

Entre os tópicos previstos pelo plano para a realização de eventos esportivos no estado, estão o impedimento da presença de torcida e os testes de Covid-19 periódicos a jogadores e comissões técnicas.

Copa América disputada no Brasil

Após as desistências de Argentina e Colômbia, sedes originais da competição, a Conmebol anunciou nesta segunda (31) que a Copa América de 2021 será disputada no Brasil.

O comunicado da Conmebol, feito através da conta do Twitter, diz que as datas do torneio — 11 de junho a 10 de julho — estão mantidas, mas que as sedes serão anunciadas ao longo dia. A confederação agredeceu ao presidente Bolsonaro e à CBF pela resolução.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos