Desaparecido desde 2020, rapaz é localizado em situação de rua no DF

·2 min de leitura
Jean havia desaparecido em São Paulo - Foto: Reprodução/Facebook
Jean havia desaparecido em São Paulo - Foto: Reprodução/Facebook
  • Jean estava desaparecido desde junho de 2020

  • Ele foi diagnosticado com depressão após terminar o relacionamento com sua noiva

  • O rapaz foi encaminhado a dois hospitais do DF após sentir-se mal na rua

Um homem de 28 anos foi localizado na última semana vivendo em situação de rua em Brasília, após cerca de um ano e meio desaparecido. As informações são do UOL.

Jean Costa Rodrigues da Silva havia mantido contato com a família pela última vez em junho de 2020, quando sumiu da casa do pai em Pirituba, na Zona Norte de São Paulo.

Ao sair da residência, o rapaz deixou um bilhete para a família, afirmando que voltaria a dar notícias quando se sentisse bem.

Jean fora diagnosticado com depressão meses antes, quando ainda vivia com a mãe, que o criou sozinha desde a infância. Ela explicou que o rapaz não se recuperou do término do relacionamento com a noiva, mãe de sua filha, que decidiu se afastar e não manter mais contato com ele.

"O Jean foi um filho nota 10. Sempre trabalhou, sempre me ajudou. Ele terminou os estudos, fez faculdade e trabalhava em boas empresas em São Paulo, na área administrativa", disse Maria Celina ao UOL.

A mulher contou que o filho chegou a fazer trabalhos como modelo na juventude e tentou a vida nos Estados Unidos, mas não teve sucesso. O fim do relacionamento, porém, foi a gota d’água para o rapaz.

"O Jean se desgostou e 'caiu' nessa vida, foi para a rua. Fazia quase dois anos que eu não tinha notícias do meu filho.”

Encontrado após mal-estar em Brasília

Após tanto tempo, Maria Celina só voltou a ter notícias do filho no último sábado (15). O rapaz sentiu-se mal na madrugada e foi levado para um hospital particular, onde foi medicado e liberado.

“Eu pedi pra segurarem ele para mim, que eu ia viajar no domingo para pegar, mas não seguraram. Deram alta pra ele sábado à noite. Quando liguei no domingo, ele já tinha saído", relatou.

Na última terça (18), Jean voltou a passar mal na rua, gritando de dor de cabeça. Ele foi levado a outro hospital particular, que rejeitou atendê-lo, e acabou indo para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde está internado.

A expectativa é de que Maria Celina chegue nesta quinta a Brasília para, finalmente, reencontrar o filho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos